Nos siga nas redes sociais

Brasil

Bolsonaro mente na ONU e distorce dados sobre meio ambiente, economia e 7 de Setembro

Publicado em

às

Presidente culpou governadores e prefeitos, que optaram pelo isolamento social para frear o avanço da covid-19. Bolsonaro também exaltou o “tratamento precoce” contra a doença

Em discurso nesta terça-feira (21) na abertura da 76ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), em Nova York, o presidente Jair Bolsonaro usou dados distorcidos para exaltar a política ambiental e o desempenho da economia brasileira durante o seu governo, e defendeu a adoção do chamado tratamento precoce contra a Covid-19, cuja ineficácia já foi cientificamente comprovada.

  • se posicionou contra o chamado passaporte sanitário, que confere benefícios às pessoas que tenham se vacinado contra a Covid-19;
  • afirmou que não há corrupção em seu governo;
  • citou dados fora de contexto para dizer que o desmatamento na Amazônia diminuiu;
  • disse que as manifestações de 7 de Setembro foram “as maiores da história”, o que não corresponde à verdade ;
  • disse que o desempenho econômico do Brasil neste ano é um dos melhores entre os países emergentes.

Bolsonaro, que foi o primeiro a discursar, disse não entender por que “muitos países, juntamente com a grande mídia” se opõem ao tratamento precoce contra a doença.

O tratamento precoce, por meio do uso de medicamentos como cloroquina e ivermectina, vem sendo defendido pelo presidente desde o ano passado. No entanto, estudos científicos já comprovaram a ineficácia desses remédios contra a Covid.

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10 | O Portal que faz a Diferença.