Nos siga nas redes sociais

Mata Sul

Ministro do STF, Alexandre de Moraes vai julgar “chuva de dinheiro” em eleição municipal de Joaquim Nabuco

Publicado em

às

Neto Barreto (PTB) e Eraldo Veloso (MDB), prefeito e vice-prefeito de Joaquim Nabuco, na Mata Sul de Pernambuco.

O ministro Alexandre de Moraes vai decidir em breve, no TSE, o destino do prefeito e do vice-prefeito de Joaquim Nabuco (PE), Antônio Raimundo Barreto Neto e Eraldo de Melo Veloso, respectivamente.

Eles prometeram distribuir dinheiro à população, caso ganhassem as eleições e, para espanto geral, cumpriram a promessa.

Na comemoração da vitória, Veloso jogou cédulas de reais pela varanda de sua casa e o ato foi gravado em vídeo.

Os políticos tiveram os registros de candidatura cassados por compra de votos e abuso de poder econômico, mas permanecem no cargo aguardando julgamento final do TSE. A Procuradoria-Geral Eleitoral já emitiu parecer e o caso está pronto para ser julgado.

Relembre o Caso 
O Ministério Público Eleitoral decidiu pedir uma nova eleição em Joaquim Nabuco, Mata Sul de Pernambuco. A decisão foi tomada porque o então vice-prefeito eleito foi flagrado jogando dinheiro para os eleitores logo após a confirmação do resultado das Eleições 2020, na noite de 15 de novembro de 2020, conforme informou o MP. (Veja vídeo abaixo)

De acordo com o MP Eleitoral, testemunhas relataram que “muita gente pegou dinheiro” e que “teve gente que pegou R$ 200, R$ 150”. O MP informou que as cédulas de R$ 50 e R$ 100 “foram arremessadas da varanda da residência do vice-prefeito, Eraldo de Melo Veloso (MDB)”.

 

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10 | O Portal que faz a Diferença.