Nos siga nas redes sociais

Brasil

Milionária é presa acusada de encomendar morte do marido por R$ 200 mil após traição

A mulher teria oferecido R$ 200 mil a um funcionário do casal para executar o homem, de 42 anos. Ele foi encontrado morto no dia 18 de junho

Publicado

em

ás

(Foto: Reprodução)

A esposa milionária de um corretor de imóveis e um funcionário dele foram presos nesta terça-feira (29/6), em São Paulo, suspeitos de encomendar a morte do homem, de 42 anos. As informações são do programa Brasil Urgente.

O Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa da Polícia Civil de São Paulo identificou a vítima como Vitor, a companheira dele como Ane e o funcionário como Carlos.

O casal estava junto há quatro anos e tinha se conhecido em um aplicativo de paquera. Segundo o boletim de ocorrência, o crime ocorreu após uma traição por parte do marido.

Os dois moravam juntos em um apartamento avaliado em R$ 20 milhões na Vila Nova Conceição, bairro nobre da zona sul de São Paulo, e tinham união estável.

Vitor trabalhava como segurança quando conheceu Ane, mas atualmente atuava como corretor de imóveis. Carlos trabalhava para o casal, na mesma profissão.

A mulher descobriu que o marido a estaria traindo e, então, combinou com o funcionário, que não tinha passagem policial anterior, a execução, por R$ 200 mil. O corpo da vítima foi encontrado em 18 de junho, próximo à represa de Guarapiranga. Ele morreu com um tiro no coração, de acordo com a perícia.

A prisão temporária para ambos foi decretada nessa segunda-feira (28/6), com prazo prorrogável por mais 30 dias.

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10.