Nos siga nas redes sociais

Sem categoria

Lucro do Facebook cresce 717% em um ano

Balanço mostra que empresa faturou 523 milhões de dólares no último trimestre de 2013.

Publicado

em

Mark Zuckerberg fala durante o lançamento do novo celular do Facebook com sistema Android

Mark Zuckerberg  fundador do FACEBOOK

O Facebook registrou lucro líquido de 523 milhões de dólares no quarto trimestre de 2013, alta de 717% em relação ao mesmo período de 2012 (64 milhões de dólares), informou a empresa nesta quarta-feira. A rede social também teve um acréscimo em sua base de usuários no mesmo período, alcançando 1,23 bilhão de cadastrados – alta de 16%. O destaque, no entanto, está no universo dos dispositivos móveis: quase oito a cada dez pessoas acessam o site por meio de um smartphone ou tablet. Foi o sétimo resultado financeiro apresentado pela rede social desde que se tornou uma empresa de capital aberto, em maio de 2012.

A base de usuários móveis que acessam por smartphones ou tablets alcançou a marca de 945 milhões de usuários no fim de 2013, avanço de 39% em relação ao mesmo período de 2012. A rede social também informou que sua receita trimestral foi de 2,58 bilhões de dólares, um aumento de 63% em relação ao registrado no mesmo período de 2012: 1,06 bilhão. Do montante total faturado, 2,34 bilhões de dólares provêm de publicidade, o equivalente a 90%. O registro está ligeiramente acima do esperado por analistas financeiros.

Mais da metade da receita publicitária (53%) é decorrente dos anúncios apresentados em dispositivos móveis, universo altamente criticado por investidores quando a rede ingressou ao mercado financeiro, em maio de 2012.

O Facebook não se pronunciou sobre a possível saída de jovens do serviço, assunto recorrente nos últimos meses. Em dezembro, o jornal britânico The Guardian apresentou o estudo Global de Impacto de Mídia Social, que revelou a preferência de jovens entre 16 e 18 anos por Twitter, Instagram e Snapchat. “O Facebook não está apenas em decadência, está basicamente morto e enterrado”, disse Daniel Miller, antropólogo líder da equipe de pesquisa e professor do University College, de Londres.

A origem: comparar garotas da universidade (2003)

Em outubro de 2003, quatro estudantes (Mark Zuckerberg, Dustin Moskovitz, Chris Hughes e o brasileiro Eduardo Saverin) da Universidade Harvard, nos Estados Unidos, desenvolvem uma rede dedicada à quase pueril tarefa de comparar garotas da faculdade, escolhendo as mais atraentes. O Facemash é um sucesso: em quatro horas, atrai 450 visitas e exibe fotos das estudantes 22.000 vezes. A empreitada incentiva Zuckerberg a criar o Thefacebook.com.

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10 | O Portal que faz a Diferença.