Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Lava Jato: Vaccari é preso em nova fase da operação

Ele é investigado por suspeita de receber propina em esquema da Petrobras

Publicado

em

ás

Imagem de João Vaccari Neto

O tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, foi preso nesta quarta-feira (15) pela Polícia Federal  na 12ª etapa da Operação Lava Jato. Ele é investigado por suspeita de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Delatores da Operação afirmam que o tesoureiro intermediou doações de propina em contratos com fornecedores da Petrobras.

Segundo a denúncia apresentada à Justiça Federal pelo Ministério Público Federal, no Paraná, Vaccari participou de reuniões com ex-diretor de Serviços da Petrobras, Renato Duque, nas quais eram acertados os valores de propina que seriam transferidos ao PT como doações legais.

Vaccari disse aos integrantes da CPI que não participou do comitê financeiro do PT nas eleições presidenciais de 2010 e 2014 e não arrecadou recursos para as campanhas. Segundo ele, desde 2006, a Secretaria de Finanças do partido deixou de ser responsável por financiar campanhas. “É importante ressaltar que os recursos do PT são utilizado em eleições quando são eleitorais; quando em conta partidária, são usados na manutenção do partido”, disse. João Vaccari Neto será levado para a superintendência da PF em Curitiba.

 * Com informações da Agência Brasil

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10.