Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Justiça absolve militares acusados de integrar grupo de extermínio ‘Ninjas’

Negativas de testemunhas e falta de provas inocentaram os militares.

Publicado em

às

A Justiça absolveu, na noite desta quarta-feira (21), os quatro militares que foram acusados de integrar um grupo de extermínio conhecido como ‘Ninjas’, de União dos Palmares. A absolvição foi motivada, segundo informações da assessoria de comunicação do Tribunal de Justiça deAlagoas, porque os jurados entenderam não haver provas suficientes para condenar os réus. O Ministério Público tem 5 dias para recorrer da decisão judicial.

Na ocasião, foram inocentados os policiais militares José Valdir Gomes Ferreira, José Paulo Barros de Araújo, Nilton Nascimento Correia e Marcos Mota dos Santos. Eles foram acusados de matar quatro jovens, Tiago Holanda da Silva, Cizenando Francisco da Silva, Sydronio José da Silva e Maurício da Silva, no dia 5 de setembro de 2002, no município de União dos Palmares, Zona da Mata de Alagoas. Os réus compareceram ao júri fardados.

Julgamento

O júri, conduzido pelo juiz da 9ª Vara Criminal da Capital, Geraldo Cavalcante Amorim, aconteceu nesta quarta no Fórum da Capital, em Maceió. Na ocasião, o advogado de defesa Wagner Veloso Martins disse em entrevista que não há provas contras os militares.

“O processo está bem claro. Meus clientes não participaram de nada. O estado deve procurar quem cometeu esse crime que foi tão cruel e não colocar na cadeia quatro pais de família”, afirma.

Durante o julgamento as testemunhas arroladas no processo declararam que apesar de estarem no local dos crimes, não viram quem foram os responsáveis; não tendo assim a quem atribuir as execuções que vitimaram jovens.

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10 | O Portal que faz a Diferença.