Nos siga nas redes sociais

Política

Jarbas defende investigação da Petrobras e questiona ética do PT

Jarbas, afirmou toda antiga cúpula do PT está presa,condenada pelo STF devido ao envolvimento no “escândalo do mensalão”

Publicado

em

ás

Jamildo melo

O senador Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) fez nesta quarta-feira (4) um dos seus discursos mais contundentes contra o PT e o governo Dilma Rousseff, ao defender uma profunda investigação sobre os problemas na administração da Petrobras.

“Não posso aceitar que o Partido dos Trabalhadores passe a querer dar aulas, ensinar como se deve fazer política, como se devem fazer as coisas corretamente, e, sobretudo, no campo ético. Como é que um partido que tem a ex-cúpula dirigente na Papuda quer dar lições de moral para a gente aqui?”.

De acordo com Jarbas, toda antiga cúpula do PT está presa, condenada pelo Supremo Tribunal Federal devido ao envolvimento no “escândalo do mensalão”. “O capitão do time (José Dirceu) está recolhido no Presídio da Papuda. O tesoureiro do partido (Delúbio Soares), que meteu a mão, comeu dinheiro, está na Papuda. José Genoino, que foi líder do partido, está na Papuda. O João Cunha – que presidiu a Câmara –, está na Papuda”.

Para o senador, uma investigação sobre a Petrobras deve procurar saber a razão de a Venezuela, por meio de sua estatal petrolífera, a PDVSA, não cumprir o acordo de financiar 40% da Refinaria Abreu e Lima, que está sendo erguida no Porto de Suape, em Pernambuco.

CPI – O senador do PMDB de Pernambuco admitiu ter se arrependido por assinar o pedido de instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar os recentes escândalos na gestão da Petrobras.

“Eu me arrependo da hora em que nasci quando assinei esta CPI. Eu não deveria ter assinado. Mas, em política, tudo o que a gente tem que explicar é complicado. Essa CPI não vai dar em nada. Essa CPI vai ser uma farsa! Em um ano de Copa do Mundo, de eleição, a gente vai compactuar com algo que não vai funcionar”.

Na avaliação de Jarbas Vasconcelos é muito melhor pressionar o Ministério Público para que se junte ao Tribunal de Contas e à Polícia Federal no trabalho de investigação.

“Eu não posso aceitar que um partido que pedia CPI contra tudo e contra todos, um partido que votou contra Plano Real, que votou contra a Lei de Responsabilidade Fiscal, um partido que ameaçava entrar com CPI contra tudo e contra todos venha, hoje, querer ensinar a gente aqui a não fazer CPI, fazendo a gente de bobo, de tolo, de idiota. Isso, permita-me, é mais do que uma manobra”.

O senador do PMDB também alertou para a herança que os presidenciáveis da oposição – Eduardo Campos (PSB) e Aécio Neves (PSDB) – podem receber, caso derrotem a presidente Dilma Rousseff nas eleições de outubro próximo.

“Terão dois reajustes que vão mexer no bolso do povo: o combustível e a energia elétrica. O setor elétrico está quebrado e completamente quebrado pela presidente Dilma”, argumentou Jarbas Vasconcelos.


Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10.