Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Grávida de 14 anos morre queimada pela família do marido

Ela foi morta como vingança por acordo de casamento que não deu certo.

Publicado

em

ás

Irmão e mãe de Zarah durante seu enterro nesta quarta-feira em Cabul (Foto: Rahmat Gul/AP)

Um grávida de 14 anos morreu depois que a família de seu marido ateou fogo ao seu corpo noAfeganistão. O crime ocorreu na semana passada, mas a menina foi enterrada nesta quarta-feira (10) em Cabul.

Segundo as autoridades, Zarah teria sido torturada e morta pela família de seu marido como vingança por um acordo de casamento que não deu certo.

Os “crimes de honra”, como são conhecidos, são frequentes no Afeganistão.

O pai de Zarah, Mohammad Azam, disse que sua filha foi morta em uma área remota da província central de Ghor.

Ela morreu em virtude das queimaduras em um hospital de Cabul no sábado.

Grávida de 14 anos morreu depois que a família de seu marido ateou fogo ao seu corpo no Afeganistão (Foto: Rahmat Gul/AP)

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10.