Nos siga nas redes sociais

Pernambuco

Grave acidente na PE-60 também matou grávida de sete meses

Karla Catariny de Araújo e o cachorro do casal, Snoopy, de 9 anos, também morreu na colisão

Publicado

em

Karla Catariny de Araújo ao lado do marido, Gerciony Celerino de Souza. O cachorro do casal, Snoopy, de 9 anos, também morreu na colisão

A colisão frontal entre dois veículos no fim da manhã da sexta-feira ((25/9), no km 31,6 da rodovia PE-60, altura do município de Ipojuca, no Litoral Sul de Pernambuco, também resultou na morte da supervisora de monitoramento Karla Catariny de Araújo, de 32 anos e grávida de sete meses. A mulher chegou a ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros para o Hospital Metropolitano Dom Hélder, no Cabo de Santo Agostinho, mas faleceu após sofrer duas paradas cardíacas. O bebê, que se chamaria Arthur, teria falecido ainda a caminho do hospital.

Karla Catariny de Araújo Sousa viajava no veículo Onix, placa PDV-2968/PE, ao lado do marido, Gerciony Celerino de Souza, com quem estava casada há quase três anos. Especialista em controles internos da Excelsior Seguros, Gerciony segue internado na UTI do Hospital Português. Segundo familiares, tem fraturas nas pernas e passou por uma cirurgia ainda na sexta-feira, devendo ser submetido a outros procedimentos nos próximos dias. O quadro de saúde é estável e ele estaria consciente, mas ainda sem saber da morte da esposa e do filho. O cachorro do casal, Snoopy, com nove anos, também morreu na colisão.

“Está sendo uma dor imensurável para a nossa família, iríamos comemorar a luz de uma nova vida na família em breve e, hoje, estamos chorando a perda de duas. Por imprudência, impaciência no trânsito. Acabou com duas lindas famílias. Quantos sonho, quantos planos se findaram ali? Que Deus possa consolar e confortar os nossos corações e também da filha do casal que sobreviveu”, lamentou Luma Vitória da Silva, prima de Karla Catariny.

A família da gestante afirma que a colisão frontal teria sido provocada por uma ultrapassagem forçada realizado pelo motorista do Ford KA, placa PGX-6562/PE, o sargento Marcio Luiz Martins Lemos. “O policial rodoviário que esteve no local e atendeu o telefone da minha prima quando familiares buscaram notícias deles confirmou que a ultrapassagem foi feita num local inadequado. Também tivemos informações de testemunhas oculares de que houve imprudência do veículo Ford KA”, afirmou Luma Vitória da Silva.

A informação, no entanto, não foi confirmada pelo Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv), que é responsável pela fiscalização nas estradas estaduais. O BPRv informou à TV Jornal, não ser possível indicar as causas da colisão naquele momento, apenas após a conclusão das perícias. Segundo familiares, Karla estava trabalhando em home office em Tamandaré e retornava para casa, em Campo Grande, na Zona Norte do Recife, quando aconteceu a colisão. A gestante será velada no Cemitério Morada da Paz neste domingo (27/9), a partir das 7h, e sepultada às 13h. As informações são do JC Online 

 

 

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10 | O Portal que faz a Diferença.