Nos siga nas redes sociais

Brasil

Fora da agenda, Pazuello negociou Coronavac com intermediária e pelo triplo do preço,CPI tem vídeo

Publicado

em

ás

Além da discrepância no valor da vacina, encontro no Ministério da Saúde contradiz o que general da ativa disse à CPI da Covid

O então ministro da Saúde Eduardo Pazuello prometeu a um grupo de intermediadores comprar 30 milhões de doses da vacina chinesa Coronavac que foram formalmente oferecidas ao governo por quase o triplo do preço negociado pelo Instituto Butantan.

O jornal Folha de S. Paulo obteve a gravação de uma reunião fora da agenda oficial dentro do ministério em 11 de março, em que o general da ativa do Exército aparece ao lado de quatro pessoas que representariam a World Brands, uma empresa de Santa Catarina que lida com comércio exterior.

O encontro foi realizado no gabinete do então secretário-executivo da pasta, o coronel da reserva Elcio Franco. Segundo Pazuello, a compra seria feita diretamente com o governo chinês.

“Já saímos daqui hoje com o memorando de entendimento já assinado e com o compromisso do ministério de celebrar, no mais curto prazo, o contrato para podermos receber essas 30 milhões de doses no mais curto prazo possível para atender a nossa população”, diz o então ministro, na gravação.

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10.