Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Estudantes da Unicap transferem ocupação da reitoria para outro prédio

Prédio administrativo da Católica estava ocupado desde 11 de novembro

Publicado em

às

Estudantes que ocupavam a reitoria na Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) desde o dia 11 de novembro deixaram o prédio na manhã desta segunda (21) e realocaram a ocupação para o Bloco C. A mobilização dos alunos é contrária à Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que propõe um teto para os gastos públicos da União, aprovada na Câmara dos Deputados como PEC 241 e que seguiu para o Senado como PEC 55.

A saída dos alunos do prédio administrativo foi determinada durante reunião de negociação no domingo (20). Durante o encontro, a universidade se comprometeu a atender a algumas das reivindicações do grupo e, em troca, os estudantes decidiram mudar a ocupação de local.

“Garantimos a reativação da Bolsa Monitoria para 2017, para garantir o pagamento de alguns dos monitores das disciplinas dos cursos da universidade, e, com isso, a gente se comprometeu em realocar nossa ocupação para o Bloco C. Vamos continuar a ocupação normalmente, tranquilamente, com programações diárias”, afirma um dos estudantes do movimento, que preferiu não ser identificado.

Ainda de acordo com o aluno, a falta de diálogo entre o movimento e a universidade, criticada por meio de nota na última semana, foi sanada após a reunião. “A partir de agora, vamos negociar pela totalidade da remuneração dos monitores”, explicou.

Por meio de nota, a Unicap também havia criticado a falta de diálogo com o movimento, mas a instituição também informou que o problema foi resolvido após o encontro que resultou na continuidade do movimento em outro ponto do campus.

Nesta segunda (21), a instituição divulgou uma nova nota oficial, se comprometendo a não adotar sanções administrativas ou judiciais aos estudantes que restabeleceram a ocupação no Bloco C do campus.

Outras universidades

Na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), a desocupação mais recente ocorreu na Faculdade de Direito do Recife. O prédio foi deixado pelos estudantes na última sexta-feira (18), um dia após o acordo firmado com a Reitoria da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e a direção da FDR em um encontro que contou com representantes da Defensoria Pública da União (DPU) e do Ministério Público Federal (MPF).

Outros prédios da universidade, no entanto, continuam ocupados pelos estudantes. No campus Recife, os Centros de Artes e Comunicação (CAC), de Biociências (CB), de Educação (CE), de Filosofia e Ciências Humanas (CFCH), o Departamento de Enfermagem, o Núcleo Integrado de Atividades de Ensino (Niate) e o Núcleo de Educação Física e Desportos (NEFD) permanecem fechados pelos estudantes. Ainda há ocupações nos campi de Caruaru e Vitória de Santo Antão, totalizando nove prédios ocupados.

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10 | O Portal que faz a Diferença.