Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Estudante presta depoimento e pai nega que filha tenha sido sequestrada

A conversa com a delegada Gleide Ângelo durou quatro horas.

Publicado

em

ás

Após quatro horas de depoimento, o mistério sobre o desaparecimento da universitária Vaniela Oliveira Varela, 25, continua. A estudante deixou a sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa sem conversar com os jornalistas. A delegada Gleide Ângelo, que investiga o caso, adiantou que o inquérito será concluído ainda nesta semana, mas também disse que não vai conversar sobre o que foi discutido durante a ouvida. O único a se posicionar sobre o caso foi o pai da vítima, Daniel Gomes. Segundo ele, o sumiço não foi causado por ação criminosa.

“Isso está muito longe de ser um sequestro”, contou o pai. A universitária foi localizada na noite do sábado. Os exames traumatológico e sexológico não apontaram nenhuma lesão ou abuso sofrido pela jovem. Apesa o resultado do exame toxicológico ainda não ficou pronto.

Vaniela Oliveira é formada em administração pela Faculdade Maurício de Nassau, tem MBA em Gestão de Recursos Humanos pela Universidade de Pernambuco e, atualmente, cursa o terceiro período de Direito da Universidade Federal de Pernambuco. 

Entenda o caso
A estudante sumiu por volta das 12h da quarta-feira, após ir de casa, na UR-1, ao Fórum de Jaboatão, na BR-101, em Prazeres, para fazer atividades relacionadas ao seu estágio. As câmeras do fórum registraram sua entrada no prédio. Ela foi reencontrada com a família por volta das 22h do sábado, perto de um ferro-velho também na BR-101, justamente em frente ao fórum, e a 5,8 km de casa. Não tinha sinais de ferimentos e não teve nada roubado – estava com sua mochila, celular e notebook.

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10.