Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Empresário morto a facadas tinha relacionamento amoroso com um dos menores apreendidos pelo crime, diz polícia

Corpo de Jair Viveiros de 53 anos, dono de uma casa noturna, foi achado carbonizado em matagal de Vera Cruz (SP); três adolescentes confessaram crime.

Publicado

em

ás


A Polícia Civil concluiu a investigação sobre a morte do empresário de Marília (SP) que foi encontrado carbonizado no domingo (3), em um cafezal de Vera Cruz (SP). Os três adolescentes suspeitos foram apreendidos e confessaram o crime à polícia.

De acordo com o delegado da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) Valdir Tramontini, o empresário Jair Viveiros, de 53 anos, não só conhecia os suspeitos como tinha um relacionamento amoroso com um dos adolescentes apreendidos.

Segundo Tramontini, a informação foi passada por parentes da vítima, que era dona de uma casa noturna. O caso está sendo investigado como latrocínio, que é roubo seguido de morte, e ocultação e destruição de cadáver.

Ainda conforme o delegado, os três menores deram diferentes versões para tentar omitir a verdadeira motivação do assassinato. O adolescente de 16 anos confessou o crime, mas não teria demonstrado arrependimento, conta o delegado.

Ainda de acordo com o delegado, o adolescente assumiu o crime. Ele alegou à polícia que eles já conheciam a vítima e entraram na casa sem invasão, quando houve um desentendimento.

A polícia encontrou sinais de violência na casa de Jair Viveiros. “A vítima teria sido morta a facadas no tórax, abdômen e pescoço. Eles saíram com o veículo da vítima, abandonaram o corpo no cafezal, onde atearam fogo”, diz.

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10.