Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Em greve, servidores do INSS mantêm 30% do efetivo trabalhando em Pernambuco

Só quem tiver atendimento agendado deve ir às agências, diz Sindicato.

Publicado

em

ás

O Sindicato dos Trabalhadores Públicos Federais em Saúde e Previdência Social no Estado de Pernambuco (Sindsprev-PE) informou, nesta terça-feira (14), que a greve da categoria, iniciada na última sexta (10), continua. A entidade afirmou que apenas 30% dos servidores estão atendendo nas nas agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Serviços emergenciais, como perícias médicas e concessão de auxílio-doença, estão sendo feitos. Novos agendamentos não estão acontecendo e a orientação dos grevistas é que só compareçam às agências quem tiver atendimento agendado. A paralisação é por tempo indeterminado.

Em nota publicada no site do Ministério da Previdência, o INSS afirma que os beneficiários que não forem atendidos em função da greve terão seus compromissos reagendados 

Em Pernambuco, são ligados ao Sindsprev-PE os servidores federais que trabalham na Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Receita Federal, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Hospital das Clínicas, que integra a Universidade Federal de Pernambuco. O atendimento nesses outros órgãos está mantido normalmente. A greve atinge as agências e as quatro gerências do INSS no estado — no Recife e em Caruaru, Petrolina e Garanhuns.

 

De acordo com o sindicato, são 1,6 mil servidores em todo o estado. A média de atendimentos diários varia de acordo com o tamanho da cidade e das agências, indo de 50 a 200, por unidade. A maior parte dos atendimentos é na Região Metropolitana do Recife, onde são atendidas cerca de 180 pessoas por dia, em cada agência.

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10.