Nos siga nas redes sociais

Política

Em conversa com João Lyra, Eduardo dá murro na mesa e cobra lealdade, diz Veja

yra Neto deixou o PDT rumo ao PSB com a certeza de que seria o escolhido. Nada feito.

Publicado

em

ás

Apesar dos esforços para mostrar que o processo de sucessão está tranquilo, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), anda às turras com o vice-governador João Lyra. Segundo a coluna Radar, editada por Lauro Jardim, na Veja, durante uma reunião na semana passada entre Campos e Lyra, a portas fechadas, o governador cobrou lealdade ao vice. Irritado, deu um murro na mesa e questionou se o vice estava ao lado do governo ou contra.

Desde a indicação do secretário da Fazenda, Paulo Câmara, para a disputa ao governo do Estado, o comentário é de que o vice estava magoado com o governador por ter sido preterido, uma vez que Lyra deixou o PDT com a sinalização de que seria o escolhido.

Com a caneta na mão pelos próximos oito meses, Lyra poderá obedecer as orientações de Eduardo Campos ou ser um sério problema para os planos do socialista. Segundo o jornalista da Veja, o vice ainda não “abraçou” a candidatura de Paulo Câmara ao governo do estado.

Semana passada, o senador Humberto Costa (PT) comentou que Lyra estaria sendo procurado pela presidente Dilma Rousseff (PT) para uma conversa sobre a gestão. Petistas asseguraram que o vice-governador já solicitou uma audiência com Dilma e que a presidente se mostrou disposta a recebê-lo.

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10.