Nos siga nas redes sociais

Empregos

Edital de concurso para policiais penais de Pernambuco é publicado com 200 vagas

Publicado em

às

Secretaria de Justiça e Direitos Humanos entrega Presídio de Palmares com mais de 500 novas vagas

O edital Polícia Penal PE foi publicado nesta terça-feira (28/12) no Diário Oficial do Estado de Pernambuco. O concurso da Secretaria Executiva de Ressocialização de Pernambuco oferta 1000 vagas para o cargo de Policial Penal, sendo 200 vagas imediatas e 800 para formação de cadastro de reserva.

O concurso Polícia Penal PE está sob a responsabilidade do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos — Cebraspe.

Interessados em concorrer às vagas podem realizar as inscrições entre os dias 5 de janeiro a 4 de fevereiro de 2022 no endereço eletrônico: www.cebraspe.org.br/concursos/seres_pe_21

O valor da inscrição custa R$ 180,00.

As provas objetivas e discursiva, para todos os candidatos, serão realizadas nas cidades de Recife/PE, Caruaru/PE e Petrolina/PE, podendo ser realizadas em cidades circunvizinhas, caso haja necessidade.

Nesta terça-feira foi publicado o edital Polícia Penal PE são 1.000 vagas, sendo 200 imediatas e 800 para o cadastro de reserva. As remunerações oferecidas são acima de R$ 3.000,00.

As inscrições para o concurso Polícia Penal PE serão realizadas exclusivamente via internet. Segundo o edital Polícia Penal PE, as inscrições devem ser realizadas no endereço eletrônico da Cebraspe www.cebraspe.org.br/concursos/seres_pe_21, no período entre os dias 5 de janeiro a 4 de fevereiro de 2022.

Além da inscrição, os candidatos devem realizar o pagamento da taxa de inscrição prevista no edital Polícia Penal PE no valor de R$ 180,00.

Policial Penal

Vagas: 200 imediatas e 800 para formação de cadastro de reserva
Jornada de trabalho: plantão de 24/72, ou seja, de 24 horas de trabalho, por 72 horas de descanso ou em serviços administrativos diariamente, totalizando 8 horas diárias.

Requisitos
Diploma de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e ter Carteira Nacional de Habilitação, na categoria tipo “B”, conforme prevê o art. 11 da Lei Complementar Estadual nº 150/2009, para o exercício das atribuições previstas no Decreto estadual nº 42.065, de 25 de agosto de 2015.

Atribuições
Efetuar a fiscalização e procedimentos necessários à garantia da ordem, da segurança e da legalidade no âmbito das unidades prisionais, nos termos de sua competência legal visando assegurar a ressocialização dos presos; fiscalizar o trabalho e o comportamento da população carcerária para melhor readaptar os reclusos, dando suporte à sua ressocialização, realizando inspeções e revistas, no intuito de zelar pelo cumprimento dos regulamentos e normas próprias do Sistema Penitenciário e Unidades Prisionais pelos presos, em conformidade com a Lei de Execução Penal, Lei Federal nº 7.210, de 11 de julho de 1984; entre outras.

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10 | O Portal que faz a Diferença.