Nos siga nas redes sociais

Brasil

Dólar supera R$ 5,70 e Bolsa aprofunda queda após debandada no time de Guedes

Publicado em

às

Dólar supera R$ 5,70 e Bolsa aprofunda queda após debandada no time de Guedes

O Ibovespa, índice de referência da Bolsa de Valores Brasileira, aprofundava a queda na abertura do mercado, atingindo a mínima de 105.172 pontos às 11h19 desta sexta-feira (22), uma baixa de 2,37%. O câmbio voltou a abrir sob pressão, com o dólar alcançando a máxima de R$ 5,7190, alta de 0,91%.

O mercado vem impondo preços mais altos para investir no país devido ao aumento da percepção de risco após o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) cruzar o limite da responsabilidade fiscal ao propor um drible na regra do teto de gastos. A manobra causou uma debandada no time do ministro Paulo Guedes (Economia) nesta quinta-feira (21).

A disparada do dólar e a forte queda da Bolsa ocorrem desde a última terça-feira (19). Na ocasião, Bolsonaro, preocupado com a popularidade às vésperas da campanha eleitoral, determinou que o novo Bolsa Família, o Auxílio Brasil, seja de R$ 400, acima dos R$ 300 estimados anteriormente.

Para cumprir a determinação do presidente, o governo avaliou que precisaria furar o teto de gastos –regra que limita o crescimento das despesas públicas. Para driblar a regra, nesta quinta, o governo e seus aliados no Congresso inseriram na PEC (proposta de emenda à Constituição) que adia o pagamento de precatórios uma mudança na correção do teto de gastos que, na prática, expande o limite das despesas federais.
O conjunto das alterações previstas cria um espaço orçamentário para despesas de R$ 83 bilhões no ano eleitoral de 2022.

Quatro secretários da equipe econômica pediram demissão nesta quinta por discordarem das decisões. Pediram para deixar o governo dois dos principais nomes do núcleo da pasta, o que comanda as contas públicas.

O maior representante da área, abaixo de Guedes, é o secretário especial do Tesouro e Orçamento, Bruno Funchal. Ele e o secretário do Tesouro Nacional, Jeferson Bittencourt —subordinado a Funchal—, pediram exoneração dos cargos.

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10 | O Portal que faz a Diferença.