Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Disque 100 funcionará em esquema de plantão durante o Carnaval

População brasileira é convocada a denunciar crimes contra crianças e adolescentes

Publicado

em

A ministra Maria do Rosário, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), em parceria com o Ministério do Turismo e a Embratur, lançou a Operação Carnaval do Disque 100 – Disque Direitos Humanos. A ministra informou que o trabalho das equipes da central estarão em regime de plantão especial para o período de Carnaval. 

“Queremos com a campanha convidar quem presencie atos contra os direitos da criança e do adolescente que levem ao conselho tutelar, às delegacias e nós estaremos em plantão, disponíveis através do Disque 100, 24 horas por dia em todos os dias. Quando a pessoa liga ela aciona uma rede. Ela aciona o Conselho Tutelar, o Ministério Público e as polícias locais e a Polícia Rodoviária Federal quando se trata de estradas. Somos uma grande rede”, afirmou Maria do Rosário.

A ministra afirmou que as crianças e adolescentes são de responsabilidade de todos. “Toda criança e adolescente precisa de cuidado e atenção. E cada uma é responsabilidade da família, da comunidade na qual ela vive e dos governos em todas as esferas. Então devemos estar atentos e estarmos juntos para brincar com tranquilidade o Carnaval”.

Para assegurar a defesa da criança e do adolescente, os Conselhos Tutelares estão sendo equipados. “Estamos com as equipes em todas as capitais, cidades de fronteiras e turísticas com 1.150 conselhos tutelares, que estão sendo equipadas com carros, computadores e impressoras, para que trabalhem de forma interligada” informou a ministra.

E finalizou. “Cuidem das crianças como se fossem suas. Contamos com a população em todos os momentos, mas especialmente no Carnaval e na Copa do Mundo. Estamos muito preparados”.

Camisetas alusivas ao turismo sexual

A operação no Disque 100 coincide com o lançamento pela empresa Adidas de camisetas comemorativas à Copa do Mundo de 2014 com conteúdo alusivo ao turismo sexual. Sobre o caso, a ministra reforçou repúdio às peças, que já foram retiradas das vendas pela empresa.

“O Brasil não é destino do turismo sexual e não aceita atitudes como essa. A postura do Ministério do Turismo e da Embratur representaram muito bem o posicionamento do governo brasileiro em relação à exploração sexual” afirmou.

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10 | O Portal que faz a Diferença.