Nos siga nas redes sociais

Brasil

Delegada é barrada em loja de shopping em Fortaleza e acusa segurança de racismo

A Delegacia de Defesa da Mulher de Fortaleza abriu um inquérito policial para investigar se houve crime.

Publicado em

às

Delegada Ana Paula Barroso foi barrada ao tentar entrar em loja de shopping em Fortaleza (Foto: PCCE/Divulgação)

A delegada Ana Paula Barroso, diretora-adjunta do Departamento de Proteção aos Grupos Vulneráveis, da Polícia Civil do Ceará, acusa o segurança de uma loja de racismo. Ela teria tentado entrar numa loja, mas foi barrada.

O caso foi revelado pelo portal G1. O caso aconteceu na última terça-feira (14), quando Ana Paula tentou entrar em uma loja de roupas, a Zara, mas foi impedida. Um funcionário alegou “questões de segurança”. Ela pediu informações sobre o comportamento do funcionário, mas acabou sem “permissão” para entrar no local.

Segundo a Secretaria de Segurança do Ceará, a delegada denunciou o caso e, por isso, autoridades requisitaram imagens das câmeras de segurança do local. A loja, no entanto, se recusou a fornecer as gravações. Na noite do último domingo (19), a Polícia Civil teve autorização da Justiça e apreender o equipamento para investigar o caso.

A Delegacia de Defesa da Mulher de Fortaleza abriu um inquérito policial para investigar se houve crime. As informações são do Yahoo.

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10 | O Portal que faz a Diferença.