Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Conheça a mistura de drogas que pode ter provocado a morte de Hoffman

Causa da morte do ator ainda não foi confirmada, mas uma possibilidade é uma overdose após uso de heroína com fentanil

Publicado em

às

Ator Philip Seymour Hoffman na estreia do filme 'O Mestre', em Veneza

Uma mistura letal de duas drogas derivadas do ópio pode ter provocado uma overdose e a morte do ator americano Philip Seymour Hoffman, de 46 anos, encontrado morto neste domingo em seu apartamento em Nova York. 

A causa de sua morte ainda não foi confirmada, mas policiais disseram à emissora americana CNN que Hoffman foi encontrado no chão do banheiro, com uma agulha no braço e próximo a sacos vazios com a inscrição “ace of hearts” e “ace of spades” (ás de copas e ás de espadas, em português). Essas nomenclaturas costumam ser usadas nos Estados Unidos como uma espécie de marcas diferentes de uma mesma droga, a Bud Ice, que contém uma mistura de heroína e fentanil. Essas duas drogas, assim como a morfina, são analgésicos opioides, medicamentos que exigem prescrição médica.

“Fentanil e heroína têm efeitos ‘sinergéticos’, ou seja, se potencializam. Um usuário de heroína que já desenvolveu tolerância à droga não consegue tolerar da mesma forma a mistura com o fentanil e, assim, corre risco de sofrer overdose”, explica Clarice Sandi Madruga, pesquisadora da Unidade de Pesquisa em Álcool e Drogas (Uniad) da Unifesp. 

Usos — De acordo com o psiquiatra Ivan Mario Braun, doutor pela Faculdade de Medicina da USP e autor do livro Drogas: Perguntas e Respostas, a associação de fentanil com a heroína pode ter como objetivo, além de potencializar o efeito da substância, falsificar a heroína quando está em falta no mercado. A mistura também pode provocar depressão e parada respiratória.

Segundo os especialistas, não há registro do uso dessa mistura no Brasil. “Aqui, a prevalência de heroína é baixíssima. Nosso crack é barato e competitivo demais para ‘abrir mercado’ para heroína e derivados”, diz Clarice.

 

Neste mês, autoridades da Pensilvânia, nos Estados Unidos, informaram que ao menos 22 pessoas morreram no Estado em consequência do consumo de heroína adulterada, que havia sido misturada ao fentanil.


Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10 | O Portal que faz a Diferença.