Nos siga nas redes sociais

Entretenimento

Clipe de MC Loma e Gêmeas Lacração é acusado de racismo

Passinho do japonês é criticado por ‘estereotipar’ orientais.

Publicado

em

ás


Foto: Reprodução
As pernambucanas MC Loma e as Gêmeas Lacração estão no centro de uma polêmica na internet depois do lançamento do clipe Passinho do japonês, na sexta-feira da semana passada. O trio é acusado por internautas de racismo por supostamente estereotipar a aparência e a cultura japonesa nos passos da coreografia da música, a penúltima do projeto de tentar emplacar um hit a cada sexta-feira – a próxima será lançada neste dia 23.

As críticas reprovam o fato de as pernambucanas esticarem os olhos para ficar “parecidas” com japoneses e de usarem roupas cuja estética faz referência a trajes orientais. A letra também tem termos como “arigatô” (rimado com “popô”) e é acompanhada por pessoas de descendência japonesa. O vídeo já registra mais de 8,5 milhões de visualizações no canal da Start Music no YouTube.

Enquanto parte dos críticos enxergou no conjunto da obra uma estereotipação da cultura japonesa, houve quem retirasse a culpa da pernambucana por se tratar de uma adolescente – Loma tem 15 anos de idade – e creditasse aos produtores do clipe – a música também é assinada, no YouTube, por DJ Kelvinho. “Esse tipo de conteúdo é prejudicial porque ensina que está tudo bem fazer isso”, afirmou Cláudio Jundi Sassaki, do canal Os Gaidas, ao portal R7. Ele chegou a gravar um vídeo para comentar o assunto. 

Entre os mais de 42 mil comentários feitos sobre o vídeo no YouTube, há declarações de descendentes de japoneses furiosos com o clipe. “Minha vontade é de processar MC Loma por xenofobia. Afinal, está ofendendo a minha cultura e a minha família”, escreveu uma internauta. O Viver não conseguiu contato com a assessoria de Loma para tratar das críticas.

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10.