Nos siga nas redes sociais

Política

Ciro avalia queimadas e aconselha Bolsonaro: ‘cale a boca’

O ex-governador disse que o presidente precisa agir para apagar o fogo que atinge a região antes que o país ‘não seja mais considerado apto a gerir esse patrimônio’

Publicado

em

ás

Rafael Bandeira/LeiaJáImagens/Arquivo

O ex-governador do Ceará, Ciro Gomes (PDT), divulgou um vídeo chamando o presidente Jair Bolsonaro (PSL) a responsabilidade quanto as queimadas que atingem a floresta amazônica. Na gravação, Ciro dá conselhos a Bolsonaro e, entre as recomendações, pede: “cale a boca”. 

Na avaliação do candidato do PDT a presidente em 2018, a “devastação que acontece na Amazônia” tem sido agravada pelas “declarações estapafúrdias dos nossos governantes” e isso pode gerar consequências negativas para o país. 

“Eu me senti obrigado, por responsabilidade com o Brasil, a fazer sugestões ao senhor presidente Jair Bolsonaro: é preciso que ele cale a boca, pare de falar tantas coisas que só põe gravame nessa situação tão terrível, viaje tão logo para a região, que demita esse canalha incompetente e corrupto que ele nomeou para o Ministério do Meio Ambiente como sinal de satisfação ao povo brasileiro de que está querendo resolver o problema e tome imediatas providências para conter esse devastador incêndio”, enumera Ciro Gomes. 

Segundo Ciro, Portugal e países norte-americanos têm equipamentos que podem ajudar o Brasil a conter o fogo que tem atingido a Amazônia. “Pare de falar bobagem, assuma a responsabilidade e tome a linha de frente na defesa desse patrimônio dos brasileiros, mas que é também objeto da cobiça internacional”, alertou o pedetista. 

“É preciso apagar o fogo político que bota muita bobagem, muito disparate, muita declaração estúpida que pode fazer com que o Brasil não seja mais considerado apto a gerir esse patrimônio”, completou. 


O ex-governador ainda refutou as afirmativas de Bolsonaro de que as Organizações Não Governamentais (ONGs) estariam por trás das queimadas. “O presidente da República não pode ser um palpiteiro, ele tem bons serviços de inteligências e se há algum elemento criminoso disso, ou quem quer que seja, o presidente não pode dar palpites, tem que mandar prender”, disse Ciro.

E emendou: “se quiserem flagrante eu dou uma pista, houve um movimento que chamou o dia do fogo e essas pessoas, despudoradamente, certos de que estão protegidos pelo presidente, anunciaram um dia que esse fogo começou”.

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10.