Ex-prefeita de Pombos, Jane Povão é condenada a sete anos e seis meses de reclusão por reter parte dos salários de professores - PortalPE10
Conhecida como Jane Povão, Cleide Jane Sudário Oliveira foi condenada pela Justiça Federal por desvio de dinheiro público — Foto: Reprodução/TV Globo
Cidades

Ex-prefeita de Pombos, Jane Povão é condenada a sete anos e seis meses de reclusão por reter parte dos salários de professores

A Justiça Federal condenou a sete anos e meio de reclusão Cleide Jane Sudário Oliveira, ex-prefeita de Pombos, na Zona da

Logo PortalPE10

Publicado em

Por Redação PortalPE10

Conhecida como Jane Povão, Cleide Jane Sudário Oliveira foi condenada pela Justiça Federal por desvio de dinheiro público — Foto: Reprodução/TV Globo
Conhecida como Jane Povão, Cleide Jane Sudário Oliveira foi condenada pela Justiça Federal por desvio de dinheiro público — Foto: Reprodução/TV Globo

A Justiça Federal condenou a sete anos e meio de reclusão Cleide Jane Sudário Oliveira, ex-prefeita de Pombos, na Zona da Mata de Pernambuco, por desvio de verbas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) entre 2009 e 2012. Jane Povão, como é conhecida, também deve pagar multa e devolver o dinheiro desviado. Os valores não foram divulgados.

Esta é uma das seis ações nas quais Jane Povão é ré por desvio de recursos públicos. Desta vez, a Justiça Federal considerou que ela retinha parte do salário de professores municipais. O dinheiro era direcionado “para proveito próprio e alheio”.

Em março, ela foi condenada a seis anos de prisão por causa de desvio de R$ 289 mil de verbas destinadas ao Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti).

A nova condenação é referente a um desvio de dinheiro de forma semelhante ao anterior. Desta vez, ela foi condenada pelo crime de concussão no uso de recursos públicos, que é quando alguém que ocupa cargo público se utiliza da posição que ocupa para exigir, para si ou para outro, algum tipo de vantagem indevida.

O caso é de responsabilidade da procuradora da República Silvia Regina Pontes Lopes, do Ministério Público Federal (MPF). Segundo a denúncia, além da apropriação dos salários dos professores, o esquema também envolvia a inserção de dados falsos para contabilização a mais de valores pagos por horas extras e gratificações.

Também é alvo da ação a supervisora escolar Maria das Graças Sena Barros, que foi absolvida pela Justiça Federal.

“A ex-prefeita explorava a vulnerabilidade econômica dos professores, que era utilizada como forma de evitar resistência contra os abusos”, disse o MPF, por meio de nota. Jane Povão poderá cumprir a pena em regime semiaberto. A Justiça também decretou a perda de eventual cargo, função pública ou mandato eletivo exercido pela ex-gestora.

Da re

 

Whatsapp 81 9 99743875 - Canal direto com nossa equipe. Envie sua mensagem que iremos atender você!

Participe do nosso grupo no Whatsapp

Publicidade