Nos siga nas redes sociais

Sem categoria

Casarão do Engenho Verde é escaneado em 3D

Escaneamento do Casarão do Engenho Verde foi acompanhado pelo Itep

Publicado em

às

A casa-grande do Engenho Verde, em Palmares, onde está sendo construída a barragem de Serro Azul para contenção de cheias na região, teve toda sua área externa mapeada por um scanner laser de alta resolução, na tarde da quarta-feira (8). Por meio das imagens coletadas, será possível construir uma maquete virtual tridimensional da construção histórica, preservando a casa-grande em imagens 3D após a criação do lago da barragem. Todo este trabalho foi acompanhado por equipe do Eixo Arqueologia do Instituto de Tecnologia de Pernambuco (Itep).

O engenheiro cartógrafo Alexandre Cruz, responsável pelo escaneamento, explicou um pouco do procedimento do scanner laser. “O aparelho que estamos utilizando gera uma nuvem de pontos colorida, registrando toda a área definida pelas coordenadas que programamos no scanner. Essa nuvem de pontos depois é transferida para um software que monta todas as imagens das fachadas, produzindo uma maquete tridimensional da edificação”, disse.

A equipe do Eixo Arqueologia do Itep, sob coordenação do historiador Aramis Macêdo, acompanhou o escaneamento do casarão e registrou as atividades em fotos. Segundo Aramis, o primeiro registro das terras do Engenho Verde data de 1792, uma carta de sesmaria que nomeia Miguel Francisco Guimarães como proprietário das terras. No século XIX, entre 1848 e 1850, o Engenho Verde serviu como uma das bases dos revolucionários praieiros do Recife, que montaram, em 1849, uma frente de batalha no local contra as forças do então Imperador Dom Pedro II. Décadas mais tarde, em 1917, nasceu no engenho o dramaturgo Hermilo Borba Filho, que viria a se tornar um dos principais diretores de teatro de Pernambuco.

As escavações arqueológicas no engenho começarão no final deste mês e buscarão vestígios da fábrica de açúcar, da senzala e da capela do povoado. As paredes da construção também passarão por datação através de carbono 14 e termoluminescência, para levantamento do maior número de informações possíveis da história do local. As pesquisas para datação serão realizadas através de análise das camadas de tinta das paredes e identificação dos tijolos mais antigos.

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10 | O Portal que faz a Diferença.