Nos siga nas redes sociais

Pernambuco

Bolsonaro vem a Pernambuco inaugurar obra incompleta

Publicado em

às

Presidente Jair Bolsonaro visita as obras do Ramal do Agreste na estação de bombeamento VII (EBVII-1), integrante do Projeto de Integração do Rio São Francisco.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) programou para quinta-feira (21) a inauguração do Ramal do Agreste, uma iniciativa que tinha como promessa resolver a falta d’água crônica em 23 cidades do interior de Pernambuco. Mas, de acordo com o Governo de Pernambuco, a conclusão do ramal não terá efetividade, uma vez que as adutoras projetadas para abastecer os municípios não ficaram prontas, tendo apenas 87% de sua estrutura finalizada.

Segundo o governo do estado, estavam previstos R$ 161 milhões para a execução das obras, mas, até o momento, o montante não foi liberado pelo governo federal. “Em todo o ano de 2021, nenhum único centavo foi repassado ao Governo de Pernambuco para o andamento das adutoras, contrariando inclusive dois acórdãos do Tribunal de Contas da União que determinavam que a realização das obras do Ramal do Sistema Adutor deveria ocorrer simultaneamente”, disse por meio de nota a Secretaria de Infraestrutura e Recursos de Pernambuco (Seinfra).

Mesmo contemplado pela Lei Orçamentária Anual 2021 e pelo Termo de Pré-Acordo, assinado em conjunto com o ministro do Desenvolvimento Regional (MDR), Rogério Marinho, o Governo de Pernambuco alegou que a iniciativa foi vetada pelo presidente, através da Mensagem nº 156, de 22 de abril de 2021, sob a justificativa de “contrariedade ao interesse público, cancelando os valores estimados para 2021 de R$ 161 milhões”.

Ainda de acordo com o governo estadual, em consequência do não repasse financeiro este ano, e da incerteza na disponibilidade do recurso por parte do governo federal, as obras da Adutora do Agreste diminuíram de ritmo.

Em contato com a reportagem do Jornal Diário de Pernambuco , a Seinfra disse que, mesmo sem as obras das adutoras terem sido concluídas, não houve qualquer contato do Ministério da Infraestrutura para justificar o motivo da inauguração do Ramal na próxima quinta-feira. Além disso, ainda segundo a secretaria, também não há qualquer previsão de recursos para a finalização dos serviços. “A não conclusão das obras da Adutora do Agreste vai impossibilitar a chegada da água disponibilizada através do Ramal do Agreste (4 m³/s) aos 23 municípios pernambucanos”, afirmou a secretaria.

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10 | O Portal que faz a Diferença.