Nos siga nas redes sociais

Política

Às vésperas do Enem, Pernambuco tem 19 áreas ocupadas por alunos

MEC diz que unidades deixarão de ser consideradas locais de prova

Publicado

em

ás

 

 

Às vésperas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), ainda é incerta a situação dos candidatos que farão provas em locais ocupados em Pernambuco por alunos contrários à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do teto dos gastos da União. O Ministério da Educação (MEC) reafirmou, na manhã da segunda-feira (31), que caso as ocupações não sejam encerradas, essas unidades deixarão de ser consideradas pontos de prova. Em Pernambuco, são 19 áreas invadidas: 17 prédios de três universidades e duas unidades do Instituto Federal de Pernambuco (IFPE).

A PEC pretende limitar os gastos do governo federal nos próximos 20 anos. O projeto foi aprovado na Câmara dos Deputados. Agora, ele segue para o Senado, onde será apreciado e tramitará como PEC 55. O Enem ocorre no sábado (5) e domingo (6), em todo o país.

Num balanço feito no dia 19 de outubro, o ministro da Educação, Mendonça Filho, disse que havia 181 escolas ocupadas no país. Ao todo, 95 mil candidatos poderiam se prejudicar com a situação.

UFRPE
Com quatro prédios tomados pelos alunos, a Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE) garante que sediará o Enem mesmo com as ocupações. Os inscritos que fariam o exame no Centro de Ensino de Graduação Obra-Escola (Cegoe) serão realocados em outros prédios. Receosos com a possibilidade de novas ocupações, os diretores da universidade optaram por não informar quais são esses locais.

A ocupação na UFRPE do campus localizado no bairro de Dos Irmãos, na Zona Norte do Recife, teve início na noite da segunda-feira (24). Até o momento, o movimento ocorre nos prédios Professor Tarcísio Eurico Travassos, Professor Manoel Amaro, Centro de Ensino de Graduação Obra-Escola (Cegoe) e na Unidade Acadêmica de Serra Talhada.

Os alunos chegaram ainda a colocar correntes e cadeados na unidade Professor Rildo Sartori (Ceagri l) e na João Vasconcelos Sobrinho (Ceagri ll) para interromper o acesso. Entretanto, esses prédios não foram ocupados.

Desde o início, a instituição tenta realocar as aulas, deslocando as turmas para outros prédios. A orientação é que os alunos procurem a Pró-Reitoria de Ensino de Graduação para descobrir onde ocorrerão as aulas.

UFPE
Já a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) não informou como será o procedimento adotado no dia do exame. A instituição apresenta uma totalidade de sete prédios ocupados, sendo a unidade de ensino com maior número de ocupação desde então. Questionada sobre se sediará ou não as provas, a instituição se reservou a dizer que qualquer informação só será divulgada pelo Ministério da Educação (MEC).

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10.