Nos siga nas redes sociais

Cotidiano

Alimentação rica em gordura na gravidez pode afetar cérebro do bebê

Um dos fatores mais importantes em relação à obesidade

Publicado

em

ás

saúde   A freqüente ingestão de altos índices de gordura durante a gestação tende a gerar alterações neurológicas no bebê em desenvolvimento, revelou um estudo feito por cientistas americanos. Conforme evidências constatadas, uma dieta ultra lipídica no período da gravidez pode, de fato, modificar o DNA e moldar a silhueta da criança no futuro. Dessa forma, a pesquisa também sugere que esse tipo de alimentação poderia aumentar a chance de obesidade do filho na vida adulta.

   Segundo investigadores da Escola de Medicina da Universidade de Yale, essa pode ser uma das explicações para o fato de filhos de pais obesos terem maior propensão a se tornar adultos acima do peso. Entretanto, acrescentam que os hábitos alimentares compartilhados no convívio familiar continuam sendo um dos fatores mais importantes em relação à obesidade.

O experimento, feito através de testes em ratos, mostrou parte das cobaias deu à luz filhotes com alteração no hipotálamo, região do cérebro que regula o metabolismo. Esses filhotes tinham maior probabilidade de se tornarem obesos e desenvolver diabetes tipo 2 em comparação a outros cujas mães receberam uma dieta normal.

— Definitivamente, acreditamos que tais processos são fundamentais para entender o que acontece com seres humanos e porque certas crianças têm grandes chances de se tornarem obesas. Uma alimentação saudável durante a gravidez pode ajudar a quebrar o ciclo de que pais obesos vão, incondicionalmente, gerar filhos obesos— afirma o Dr. Tamas Horvath. 
 

 

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2013 - 2021 PortalPE10.