Nos siga nas redes sociais

Política

Aécio, sobre erro do IBGE: PT está acabando com credibilidade das instituições.

“Pressão do governo e sucateamento dos institutos põem em dúvida todos os dados apresentados, inclusive os positivos”.

Publicado em

às

Acompanhado do candidato a governador Pimenta da Veiga, Aécio Neves faz comício de campanha em Belo Horizonte, MG - 19/09/2014

Aécio Neves (PSDB) criticou o governo petista pelo grave erro cometido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) referente a 2013. Publicada na quinta-feira, a pesquisa trazia um equívoco no cálculo do peso de algumas regiões amostradas. Com isso, o índice de Gini, que mede a desigualdade, teve de ser corrigido: passou de 0,498 para 0,495, mostrando uma discreta melhora, e não piora, em relação ao resultado de 2012, que era de 0,496.

“É impressionante o dano que o governo federal vem causando às instituições do país. Na ânsia de se manter no poder, o governo não hesita em colocar em xeque instituições que são guardiãs da memória da sociedade brasileira. A pressão do governo sobre os pesquisadores e demais profissionais de institutos como o IBGE e Ipea e o sucateamento desses acabam colocando em dúvida todos os dados apresentados, inclusive, e sobretudo, os positivos. Os erros não são pequenos”, criticou Aécio, ao site de VEJA. “É o governo do PT acabando com a credibilidade de nossas mais sérias e conceituadas instituições.” Na quinta, o candidato do PSDB havia soltado uma nota criticando os dados negativos da pesquisa, dizendo que o governo Dilma “interrompeu a queda na desigualdade que vinha sendo registrada desde o Plano Real”.

[veja_tambem]PSB – A candidata pelo PSB, Marina Silva, havia tratado do assunto durante três atos de campanha na quinta e na sexta-feira, realizados em Vitória (ES), Goiânia (GO) e São Bernardo do Campo (SP): disse que o resultado da Pnad reflete “parte das políticas erráticas do governo”, representada pela volta dos juros, pelo baixo crescimento e pela elevada inflação, e prometeu que faria diferente se eleita: “Nós vamos investir em políticas sociais e recuperar a capacidade do Estado de favorecer investimentos e recursos”. Marina ainda não voltou a se manifestar sobre os dados da Pnad. Procurado pelo site de VEJA, o coordenador da campanha de Marina, Walter Feldman, disse que é problemático o erro cometido pelo IBGE. “É muito complicado os institutos inquestionáveis cometerem erros importantes como esses. O que está havendo? As instituições não podem perder o que construíram por décadas. São instituições de orgulho nacional. Essas coisas não aconteciam. Nós queremos uma explicação”, disse.

 

Continue Reading
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Copyright © - 2022 PortalPE10 | O Portal que faz a Diferença.