Mata Sul
Publicada em 11/10/2018 às 21h40. Atualizada em 11/10/2018 às 21h40
Adutora que levará água de Serro Azul para o Agreste tem frente de trabalho ampliada
Nove frentes de trabalho estão em andamento em Palmares, Bonito, Camocim de São Félix, Barra da Guabiraba e Bezerros
Por: Marcos André Fonte:PortalPE10


A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, pessoas em pé, montanha, céu, atividades ao ar livre e natureza

A obra que levar água da Barragem Governador Eduardo Campos ( Serro Azul), em Palmares, na Mata Sul, até o Agreste, para abastecer 1,5 milhão de pessoas em dez cidades neste mês, os serviços de implantação do Sistema Adutor de Serro Azul alcançaram o maior número de frentes de trabalho desde o início da obra – que começou em junho deste ano.

De acordo com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) está com nove frentes de trabalhadores distribuídas nos municípios de Palmares, Bonito, Camocim de São Félix, Barra da Guabiraba e Bezerros para executar o assentamento de tubulações e a construção das Estações Elevatórias (bombeamento) do novo sistema. A obra tem previsão de ser finalizada em julho de 2019.

 O Sistema Adutor de Serro Azul recebe o investimento de R$ 200 milhões, recursos financiados pelo Governo do Estado junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e prevê a implantação de uma adutora com 58 quilômetros de extensão, a construção de quatro estações elevatórias e de reservatórios com capacidade total de 4.500 metros cúbicos de água, além da instalação de 28 quilômetros de linhas de transmissão elétrica e automação do novo sistema.


A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, céu e atividades ao ar livre

 A adutora vai sair da Barragem Governador Eduardo Campos, em Palmares, até o ponto de interligação com a Adutora do Agreste, entre os municípios de Caruaru e Bezerros. Serão captados na barragem 500 litros de água, por segundo, vazão suficiente para ampliar a oferta de água nas cidades contempladas com a obra: Belo Jardim, Sanharó, Caruaru, Tacaimbó, São Bento do Una, São Caetano, Santa Cruz do Capibaribe, Toritama, Bezerros e Gravatá.

 As frentes de serviço para assentamento da adutora estão localizadas nos trechos em Sapucarana (variante da PE-119), em Bezerros; no desvio em Camocim de São Félix; próximo a Colônia Japonesa, em Bonito; e em Palmares (variante da PE-103).

 Até agora já foram implantados 7,5 quilômetros de tubulações, que corresponde a 13% do total de adutoras. “Estamos trabalhando para concluir a obra dentro do prazo previsto e levar melhorias significativas ao abastecimento dessas cidades. Nossa expectativa é mobilizar a abertura de novas frentes de trabalho ainda neste mês para manter um bom ritmo das obras”, informou o  diretor Técnico e de Engenharia da Compesa, Rômulo Aurélio Souza, lembrando que, inicialmente, a Barragem de Serro Azul foi concebida para contenção de cheias na Mata Sul, e por estar localizada em uma região onde há bons índices de pluviometria, o manancial ganhou a função de fonte de hídrica para abastecimento da população.

Tags: Cotidiano, Brasil,
Eleições 2018
Ibope: Bolsonaro tem 57% dos votos válidos e Haddad,43%; diferença cai quatro pontos
Brasil
Menina de 4 anos morre após ser picada por escorpião escondido em moletom no interior
Brasil
Jornalista pede demissão ao vivo após ser impedido de fazer perguntas a Bolsonaro
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.