Eleições 2018
Publicada em 07/09/2018 às 09h21. Atualizada em 07/09/2018 às 09h21
Aliados escondem Temer em campanhas eleitorais em Pernambuco
Ex-ministros tentaram impedir a circulação de imagem em que aparecem juntos de presidente
Por: Marcos André Fonte:G1


0

Presidente mais impopular da história do Brasil, Michel Temer sumiu das propagandas eleitorais de seus aliados.Pelo menos 16 ex-ministros do emedebista são candidatos em todo país. Só dois deles citaram o presidente no horário eleitoral na TV e no rádio, desde o dia 31 de agosto, e em publicações nas redes sociais, desde o início da campanha, no dia 16.

Um, para criticá-lo. Foi o ex-ministro da Cultura Marcelo Calero (PPS), que concorre no Rio de Janeiro a uma vaga na Câmara dos Deputados.

Outro que citou Temer, o ex-chefe da Fazenda Henrique Meirelles, o fez de forma discreta, enquanto contava sua história na vida pública, durante o horário eleitoral. O emedebista é candidato à Presidência da República.

Já nas redes sociais, Meirelles não publicou nenhuma postagem que fizesse referência ao atual presidente. Lula, por exemplo, foi citado 26 vezes pelo emedebista desde o dia 16 de agosto no Twitter.

Outros ex-integrantes da cúpula do governo ignoram o presidente. É o que faz Romero Jucá, ex-ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão e que também foi líder do governo no Senado até agosto. O senador emedebista tenta a reeleição em Roraima.

Um dos aliados mais fiéis do presidente diz no horário eleitoral que sua proposta para barrar a entrada de venezuelanos no Brasil não foi aceita. “Continuo cobrando providências do presidente”, diz Jucá, sem dizer o nome de Temer. Nas redes sociais, apenas mencionou o companheiro de partido para anunciar que deixou a liderança do governo.

Temer atingiu o índice mais baixo de aprovação em pesquisa do Datafolha, em junho. Seu governo foi considerado ótimo ou bom por 4% dos brasileiros, enquanto 82% da população considera seu governo ruim ou péssimo.

Em Pernambuco, Bruno Araújo (PSDB) e Mendonça Filho (DEM) foram à justiça para impedir a circulação de uma imagem em que aparecem ao lado do presidente, com a legenda "A Turma de Temer em Pernambuco". Eles são, respectivamente, ex-ministro das Cidades e ex-ministro da Educação do presidente. Também estão na montagem Fernando Bezerra (PSB) e Armando Monteiro (PTB). 

Tags: Cotidiano, Brasil,
Palmares
Altair Junior vira réu por improbidade administrativa no caso de atraso dos salários
Política
Lula chega à Justiça Federal para ser interrogado em processo da Lava Jato
Brasil
Com eleição de Bolsonaro, Cuba anuncia fim da parceria com Brasil no Mais Médicos
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.