Fórmula 1
Publicada em 02/09/2018 às 18h51. Atualizada em 02/09/2018 às 18h51
Hamilton se impõe, supera Räikkönen e vence GP da Itália
Lewis Hamilton foi impecável e inteligente
Por: Enzo Gabriel | Fonte: Grande Prêmio


F1 2018; GP DA ITÁLIA; MONZA; SÁBADO; MERCEDES: LEWIS HAMILTON

Lewis Hamilton foi impecável e inteligente. Em mais uma atuação de gala e sem erros, o inglês da Mercedes lançou mão de uma postura fria para fazer duas belas ultrapassagens nos carros da Ferrari e foi premiado com uma importante vitória para suas ambições de se tornar pentacampeão em 2018. O britânico não só venceu na casa da rival, como também arrebatou o sexto triunfo da temporada e o 68º da carreira na F1. O resultado agora o coloca ainda mais líder do campeonato.  

Quando as luzes se apagaram na reta principal do histórico circuito de Monza, o pole Kimi Räikkönen saltou bem da pole, trazendo junto Sebastian Vettel e Lewis Hamilton. Mais atrás, Valtteri Bottas saiu mal e perdeu posição para Max Verstappen. Já Esteban Ocon largou bem, enquanto Kevin Magnussen se viu espremido pelo pelotão e acabou tendo de cruzar a chicane – o dinamarquês ainda se envolveu em um toque com Sergio Pérez na sequência. Aí houve a primeira confusão: na parte de trás do grid, Brendon Hartley foi atingindo por Marcus Ericsson ainda na reta e acabou com a suspensão quebrada, espalhando detritos pela pista. E abandonando a prova. 

Ainda na volta inicial, Vettel e Hamilton começaram a disputar a segunda posição após a chicane. O inglês tirou para ultrapassar o alemão na curva 4, mas o ferrarista quis anular a manobra, batendo na lateral da Mercedes. Como consequência, Seb rodou e quebrou a asa dianteira – e aí não teve jeito a não ser voltar aos boxes para a troca da peça e também dos pneus, já saindo com os compostos macios. Magnussen também visitou os pits.

Enquanto isso, a direção de prova precisou acionar os safety-car para a limpeza da pista. A bandeira amarela durou até o quarto giro. E na relargada, Hamilton colou em Kimi e passou o finlandês na reta principal, mas o ferrarista devolveu a ultrapassagem logo a seguir. Aí os dois começaram a trocar voltas mais rápidas. 

Mais atrás, Vettel, que reiniciou a corrida da penúltima colocação após o incidente com o rival britânico, começou a se recuperar, ultrapassando com facilidade Magnussen, Ericsson, Vandoorne, Hülkenberg, Ricciardo e Gasly. O australiano da Red Bull, que saíra lá de trás, também tentava ganhar posições. A briga maior do #3 acabou sendo com Gasly – até toque houve entre os dois. 

Com os ânimos mais calmos depois das dez primeiras voltas, Räikkönen seguia no comando, mas tendo um Hamilton sempre na cola. A diferença entre eles ora superava o 1s, ora reduzia para o uso do DRS. Verstappen vinha 5s8 mais distante, enquanto Bottas tentava se aproximar do holandês da Red Bull. Grosjean, Sainz, Ocon, Stroll, Pérez e Sirotkin completavam os dez primeiros. Vettel ainda vinha em 11º, buscando o russo da Williams. Ao mesmo tempo, Alonso já deixava a corrida, “como o mesmo problema de sempre”. 

Enquanto Hamilton seguia em uma perseguição a Räikkönen, Verstappen tentava se proteger dos ataques de Bottas, que teimava em se aproximar do holandês da Red Bull. E foi neste momento, na volta 20, que a Ferrari decidiu chamar o líder para a troca de pneus. A Mercedes chegou a ensaiar um pit-stop também, mas foi apenas um blefe.

Räikkönen parou e voltou com os pneus macios na quarta colocação. Já o tetracampeão inglês seguiu na pista e virando giros muito velozes. E Vettel já surgia em quinto, depois de superar Ocon.

Com 25 giros, Ricciardo apareceu lento pelo traçado e acabou abandonando a corrida uma vez mais. Duas passagens mais tarde, a equipe austríaca chamou Verstappen para os pit-lane.

Aí começou um jogo de estratégia da Mercedes. Hamilton já não conseguia mais andar tão veloz, e a equipe insistia em mantê-lo na pista. Isso foi até a volta 28. O inglês também calçou os pneus macios e voltou atrás de Bottas e Räikkönen, 4s5 atrás. Aí a Ferrari também precisou fazer um segundo pit-stop com Vettel - o alemão voltou em décimo, mas usando os pneus supermacios.

O que aconteceu depois foi o seguinte: Bottas se colocou no posto de escudeiro e começou a segurar Räikkönen. Mais atrás e andando mais rápido que os dois ponteiros, Hamilton pode colar no carro vermelho.  A diferença entre os dois companheiros de equipes era de pouco mais de 1s.

Apesar da 'ajuda' de Bottas, Hamilton não conseguiu a ultrapassagem em Räikkönen. Então, a Mercedes não teve alternativa a não ser chamar o finlandês aos pits. Valtteri parou na volta 36, retornando com os macios também, na quarta posição. Verstappen, assim, retomava o terceiro posto. Bottas, Ocon, Vettel, Pérez, Sainz, Grosjean e Sirotkin completavam a zona de pontos. 

Com dez voltas para o fim, o tetracampeão da Mercedes chegou definitivamente no rival finlandês e não deu chances. Com uma ultrapassagem tão precisa quanto bela, o inglês tomou a ponta da corrida para não deixá-la mais. Räikkönen ficou mesmo em segundo. Aí nos instantes derradeiros, a prova italiana viu uma briga forte entre Verstappen e Bottas. Mas o jovem holandês venceu a disputa, para ir ao pódio.

F1 2018, GP da Itália, Monza, corrida:

1 L HAMILTON Mercedes 53 voltas
2 K RÄIKKÖNEN Ferrari +8.705
3 V BOTTAS Mercedes +14.501
4 S VETTEL Ferrari +16.669
5 M VERSTAPPEN Red Bull Tag Heuer +18.569
6 R GROSJEAN Haas Ferrari +57.952
7 E OCON Force India Mercedes +58.831
8 S PÉREZ Force India Mercedes +59.781
9 C SAINZ JR Renault +1:19.026
10 L STROLL Williams Mercedes +1 volta
11 S SIROTKIN Williams Mercedes +1 volta
12 C LECLERC Sauber Ferrari +1 volta
13 S VANDOORNE McLaren Renault +1 volta
14 N HÜLKENBERG Renault +1 volta
15 P GASLY Toro Rosso Honda +1 volta
16 M ERICSSON Sauber Ferrari +1 volta
17 K MAGNUSSEN Haas Ferrari +1 volta
18 D RICCIARDO Red Bull Tag Heuer +29 voltas NC
19 F ALONSO McLaren Renault +43 voltas NC
20 B HARTLEY Toro Rosso Honda +53 voltas NC
 
 
REC K RÄIKKÖNEN Ferrari 1:19.119 20/07/2018
MV R BARRICHELLO Ferrari 1:21.046 25/07/2014
Tags: ,
Palmares
Altair Junior vira réu por improbidade administrativa no caso de atraso dos salários
Política
Lula chega à Justiça Federal para ser interrogado em processo da Lava Jato
Brasil
Com eleição de Bolsonaro, Cuba anuncia fim da parceria com Brasil no Mais Médicos
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.