Santa Cruz
Publicada em 31/08/2018 às 17h54. Atualizada em 31/08/2018 às 18h12
Sem saber se fica no Santa, Roberto Fernandes lamenta eliminação e critica calendário
Talvez pior que isso: o ano do Santinha acabou em agosto
Por: Enzo Gabriel | Fonte: oGol


O Santa Cruz não passou das quartas de final da Série C e, eliminado no último final de semana para o Operário, não conseguiu vaga na Série B de 2018. Talvez pior que isso: o ano do Santinha acabou em agosto. Sem calendário até a próxima temporada, o time tem de projetar 2019 ainda faltando quatro meses para acabar 2018. Roberto Fernandes sabe bem disso. 

Em conversa com a reportagem de oGol, o treinador lamentou a queda na Série C, sem esconder que, "sem dúvida", ficou uma frustração por o time não ter conseguido ir além na temporada. 

"A expectativa era muito grande por parte de todos: atletas, comissão, direção e, principalmente, torcida, mas precisamos reconhecer o merecimento do adversário (Operário). Não foi injusto, como não seria se fôssemos nós", comentou.

O treinador lamenta principalmente a falta de jogos até o final do ano. Roberto Fernandes critica o calendário brasileiro, que acaba deixando clubes das Séries C e D com poucos jogos na temporada. 

"Infelizmente, os calendários das Séries C e D são cruéis demais com os clubes. Mesmo o time que for campeão da série C, encerrará suas atividades em setembro. Isso tem que ser revisto urgentemente pela CBF. Na Alemanha, por exemplo, clube da 5ª divisão tem calendário anual. O campeonato da Série C deveria seguir os moldes das Séries A e B", analisou.

O que fazer nesse tempo? Roberto Fernandes não esconde que muitos atletas procuram outras formas financeiras para se manterem até conseguirem um novo contrato para a próxima temporada. O técnico, por outro lado, procura estar mais perto da família.

"Aproveito esse tempo para estudar, ver jogos e catalogar atletas, mas também curtir a família, que, por via de regra, sofre demais com a ausência e críticas de todos os lados que um treinador sofre... Treinador é pai, é marido, é filho, é avô, é um homem igual a qualquer outro", defende.

Roberto Fernandes ainda não sabe se seguirá no Arruda para a próxima temporada. O treinador deve se reunir com a diretoria nos próximos dias para começar a pensar em 2019.

"Ainda é muito recente (a eliminação)... Vou descansar um pouco.  Quanto ao futuro no Santa, deve-se definir nas próximas semanas. O clube precisa desse tempo... Ainda estou com a cabaça em 2018".

Tags: ,
Palmares
Altair Junior vira réu por improbidade administrativa no caso de atraso dos salários
Política
Lula chega à Justiça Federal para ser interrogado em processo da Lava Jato
Brasil
Com eleição de Bolsonaro, Cuba anuncia fim da parceria com Brasil no Mais Médicos
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.