Eleições
Publicada em 07/08/2018 às 07h30. Atualizada em 08/08/2018 às 05h43
Eleição presidencial terá o maior número de candidatos em 29 anos
Durante este período, somente o PT e o PSDB disputaram todos os os pleitos com candidaturas próprias.
Por: Redação PortalPE10 | Fonte: Varela Notícias


Após a realização das convenções partidárias foram confirmadas 13 candidaturas à Presidência da República, este é maior número em 29 anos de eleições no brasil. Durante este período, somente o PT e o PSDB disputaram todos os os pleitos com candidaturas próprias. Somente em 1989, o número de candidatos foi superior a esta eleição, com 22 concorrentes.

O MDB (antigo MDB) não tinha candidato próprio há quatro eleições presidenciais. Foi no de 1994, quando Orestes Quércia ficou em quarto lugar. Desde então o partido buscou apoiar legendas como PSDB e PT. O MDB confirmou, no dia 2 de agosto, o nome de Henrique Meirelles, ex-ministro da Fazenda, como candidato à Presidência da República. O partido informou que Germano Rigotto, ex-governador do Rio Grande do Sul, será o vice na chapa.

Em convenção nacional realizada na capital federal, o PSDB confirmou, no último sábado (4), a candidatura do presidente do partido e ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, à Presidência da República nas eleições de outubro. O  PT escolheu, por aclamação, no dia 4 de agosto, o nome de Luiz Inácio Lula da Silva para ser o candidato à Presidência da República e de Fernando Haddad como vice.

O coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores SemTeto (MTST), Guilherme Boulos, foi lançado, no dia 21 de julho, como candidato à Presidência da República pelo PSOL. João Dionisio Amoêdo foi oficializado candidato à Presidência da República pelo Partido Novo durante convenção na capital paulista, no dia 4 de agosto.

O senador Álvaro Dias foi escolhido pelos convencionais do Podemos para ser candidato à Presidência da República. Já a convenção nacional do Patriota oficializou a candidatura do deputado federal Benevenuto Daciolo Fonseca dos Santos, o Cabo Daciolo. O PDT confirmou, no dia 20 de julho, a candidatura de Ciro Gomes à Presidência da República, na convenção nacional que reuniu filiados do partido. A chapa é composta com a senadora Kátia Abreu (PDT-TO).

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSL-RJ), 63 anos, foi confirmado, no dia 22 de julho, como o candidato à Presidência da República nas eleições deste ano pelo PSL. O vice é o general Hamilton Mourão, do PRTB. O Rede confirmou o nome Marina Silva como candidata da sigla à Presidência da República. O candidato à vice na chapa, o médico sanitarista, Eduardo Jorge, do Partido Verde (PV),

O PPL lançou, no dia 5 de agosto, João Goulart Filho como candidato à Presidência da República. Ele é filho do ex-presidente João Goulart, o Jango, que teve mandato presidencial, de 1961 a 1964, interrompido pela golpe militar. É a primeira vez que João Goulart Filho concorre ao cargo.

O partido Democracia Cristã (DC) confirmou, no dia 28 de julho, durante convenção na capital paulista, a candidatura de José Maria Eymael à Presidência da República, nas eleições de outubro, e do pastor da Assembleia de Deus Helvio Costa como vice-presidente.

Em convenção nacional, o PSTU oficializou, no dia 20 de julho, a candidatura de Vera Lúcia à Presidência da República e de Hertz Dias como vice na chapa.

Eleições 2018
Dono de empresa suspeita de ajudar Bolsonaro fez o mesmo por Dilma
Política
PSOL pede para TSE suspender funcionamento do WhatsApp em todo país
Eleições 2018
Para juristas, há risco de cassação por compra de disparos no WhatsApp
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.