Pernambuco
Publicada em 09/07/2018 às 21h07. Atualizada em 10/07/2018 às 16h28
Bandidos pedem dinheiro em novo tipo de golpe aplicado por mensagem de celular em PE
Especialista dá dicas de como evitar esse tipo de crime e ensina cuidados necessários para proteger dados pessoais onlin
Por: Redação PortalPE10 | Fonte: G1


Especialista Germano Guimarães dá dicas de como se proteger contra ataques cibernéticos que dão acesso a dados pessoas, como e-mail, WhatsApp e redes sociais (Foto: Reprodução/TV Globo)

Um um novo tipo de golpe aplicado por meio de mensagem de texto de celular, criminosos têm acesso ao WhatsApp da vítima e se passam por ela para pedir dinheiro "emprestado" a pessoas próximas. Nesta segunda-feira (9), o especialista em tecnologia da informação Germano Guimarães deu dicas de como evitar ter os dados roubados do telefone e de computador. (Veja vídeo acima)

O caso foi denunciado por uma moradora de Olinda, no Grande Recife. Nas mensagens trocadas entre ela e a pessoa que supostamente seria a sua amiga, o pedido é de que ela faça uma transferência bancária com urgência, sob alegação de que a senha do aplicativo do banco estava dando problemas.

As mensagens afirmam, ainda, que a quantia emprestada seria devolvida às 18h, após largar do trabalho. “Eu estranhei, porque seria uma pessoa que não me pediria um dinheiro dessa forma. E a minha atitude foi tentar contatar familiares e ter certeza de que ela estava bem e de que não se tratava realmente dela”, contou a mulher, que não quis se identificar.

Depois do ocorrido, a amiga dela, que também não quis se identificar, prestou queixa em uma Delegacia de Polícia. A assessoria de comunicação da Polícia Civil informou que não encontrou o registro da ocorrência.

Segundo o chefe do Núcleo de Segurança da Informação da Agência Estadual de Tecnologia da Informação (ATI), Germano Guimarães, esse tipo de golpe acontece porque muitas pessoas deixam o celular ou o computador desbloqueados, permitindo o acesso de ouitras pessoas aos seus dados, tais como e-mail e WhatsApp.


Em áudio enviado à equipe da TV Globo, moradora de Olinda, que não quis se identificar, relata como quase caiu em golpe via WhatsApp (Foto: Reprodução/TV Globo)

"Quando libera, ele vai ter acesso ao seu e-mail, ao WhatsApp, às redes sociais. Então a pessoa maliciosa vai poder passar-se por você, vai assumir seu perfil, passar mensagens inválidas e praticar crimes cibernéticos", explica Guimarães.

Diferente do celular, que tem o costume de travar a tela automaticamente após alguns segundos sem uso do aparelho, os computadores precisam ser travados, evitando que os dados fiquem expostos à ação de outras pessoas.

"É muito comum saírem do trabalho e deixarem o computador ligado. Para fazer isso rápido, basta segurar a tecla da janelinha do Windows (na parte inferior esquerda) e apertar a letra L, bloqueia e só entra com senha", afirma.

 

Os celulares mais recentes também possuem controle de bloqueio por senha, padrão e reconhecimento biométrico e facial.

Tags: Cotidiano, Brasil,
Eleições 2018
Dono de empresa suspeita de ajudar Bolsonaro fez o mesmo por Dilma
Política
PSOL pede para TSE suspender funcionamento do WhatsApp em todo país
Eleições 2018
Para juristas, há risco de cassação por compra de disparos no WhatsApp
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.