Copa do Mundo
Publicada em 28/06/2018 às 22h47. Atualizada em 28/06/2018 às 22h53
COPA #DIA15: Colômbia nas oitavas, disciplina japonesa e Bélgica líder
A fase de grupos da Copa da Rússia acabou
Por: Enzo Gabriel | Fonte: LANCE!


Slide 1 de 8: Veja as imagens de Senegal 0 x 1 Colômbia

A fase de grupos da Copa da Rússia acabou. Nesta quinta-feira, Colômbia e Japão preencheram as duas vagas que restavam e, assim, estão definidos todos os confrontos do mata-mata. Outra disputa que estava em pauta para este 15º dia do Mundial era a liderança do Grupo G. Com a vitória por 1 a 0 sobre a Inglaterra, a Bélgica ficou com o posto. Perdeu alguma novidade? Confira o resumo elaborado pelo LANCE!:


COLÔMBIA NA PONTA

Foi difícil, mas a Colômbia avançou para as oitavas de final da Copa. Com gol marcado pelo zagueiro Mina, ex-Palmeiras, a seleção comandada por José Pékerman venceu o confronto direto contra Senegal e ficou com uma das vagas do Grupo H. E o resultado foi melhor do que o esperado. Com a derrota do Japão para a já eliminada Polônia, os sul-americanos terminaram a primeira fase com a liderança da chave. O rival nas oitavas será a Inglaterra.

LESÃO DE CRAQUE

Apesar da vitória sobre Senegal, a Colômbia tem uma grande preocupação para a sequência da Copa. Titular nesta quinta, James Rodríguez sentiu lesão e precisou ser substituído. Em coletiva, o técnico José Pékerman não especificou o problema que impediu o atleta de continuar em campo. mas lamentou a situação e disse estar preocupado: "É muito duro para a equipe. Não queria falar sobre isso, pois não queria começar a coletiva lamentando uma situação crítica. Mas estou muito preocupado. Ele treinou normalmente até ontem (quarta). Não tínhamos nenhum indício. Não sei o que vai ser".

DISCIPLINA JAPONESA

A seleção japonesa também jogará as oitavas. Nesta quinta, a equipe asiática perdeu por 1 a 0 para a Polônia, mas ficou com o segundo lugar do Grupo H, com quatro pontos. A classificação foi conquistada devido graças ao número inferior de cartões recebidos em relação aos senegaleses, que tiveram o mesmo desempenho dos japoneses na primeira fase da competição, mas sofreram mais punições.

DECEPÇÃO AFRICANA

A eliminação de Senegal representou o fim de uma longa sequência. Desde 86, o continente africano tinha ao menos um representante nas oitavas de final da Copa. Em 2014, haviam sido duas as seleções do Novo Continente nesse estágio. Além de Senegal,apenas Nigéria e Tunísia conseguiram vencer uma partida na fase de grupos na Rússia.

BÉLGICA NAS ALTURAS

Em confronto repleto de suplentes, a Bélgica venceu a Inglaterra e terminou a primeira fase com a liderança do Grupo G e o melhor ataque da Copa do Mundo com nove gols. Derrotada, a seleção de Gareth Southgate ficou com o segundo lugar da chave e também avançou para a etapa seguinte. Os belgas podem ser os adversários do Brasil nas quartas de final.

FIM DO JEJUM DE DÉCADAS

Eliminados antes mesmo antes de a bola rolar pelo último jogo da fase de grupos, Tunísia e Panamá mediram forças nesta quinta. E os africanos levaram a melhor. De virada, vitória pelo placar de 2 a 1 e o fim de um jejum de 40 anos sem vencer em Copas. A última vez havia sido contra o México, em 1978, na Argentina. Esse, por sinal, também era o único triunfo dos tunisianos na competição, e o primeiro de um africano no torneio. O Panamá encerrou a primeira participação no torneio sem vitórias.

O QUADRO DE MARCELO

A CBF declarou que o lateral-esquerdo titular teve uma melhora em sua situação clínica. Ele sofreu um espasmo na coluna no jogo contra a Sérvia e precisou ser medicado. A entidade, porém, não estipulou prazo para a recuperação e ele é dúvida para o jogo das oitavas de final contra o México, no próximo sábado às 11h, em Samara (RUS).

DESABAFO DO CRAQUE

Entre os principais líderes da Espanha, Andrés Iniesta desabafou em entrevista concedida ao jornal "Marca". Aos 34 anos, o meio-campista reclamou de como a imprensa trata a seleção: "Ouço desde os meus 30 anos que sou velho. Não posso censurar ninguém, todo mundo tem sua opinião. Em todos os jogos em que não conseguimos o resultado, parece que perdemos a Copa. Eu vejo uma boa geração chegando, jogadores importantes em suas equipes e que podem dar alegrias na seleção".

ARGENTINA 'IDEAL'

Depois do sofrimento no Grupo D, a Argentina está totalmente focada para o compromisso diante da França, que abrirá as oitavas de final no sábado. Para o duelo, o técnico Jorge Sampaoli quer fazer algo inédito desde que assumiu o comando da seleção: repetir a escalação do jogo anterior - até o momento, o treinador utilizou 14 equipes diferentes em 14 jogos disputados. Caso isso aconteça, os hermanos irão para campo com: Armani, Mercado, Otamendi, Rojo e Tagliafico; Mascherano, Enzo Pérez e Banega; Messi, Di María e Higuaín.

Confira a agenda das oitavas de final:

Sábado (30/6)

11h - França x Argentina, em Kazan

15h - Uruguai x Portugal, em Sochi

Domingo (1/7)

11h - Espanha x Rússia, em Moscou

15h - Croácia x Dinamarca, em Nizhny Novgorod

Segunda-feira (2/7)

11h - Brasil x México, em Samara

15h - Bélgica x Japão, em Rostov

Terça-feira (3/7)

11h - Suécia x Suíça, em São Petersburgo

15h - Colômbia x Inglaterra, em Moscou

Tags: ,
Brasil
Com 42%, Bolsonaro tem maior rejeição entre candidatos, diz Ibope
Mata Sul
Homem é encontrado morto com sinais de estrangulamento em Jaqueira
Mata Sul
Vaqueiro é assassinado a tiros em Joaquim Nabuco, na Mata Sul
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.