Segurança Pública
Publicada em 14/06/2018 às 08h15. Atualizada em 14/06/2018 às 08h15
Polícia deflagra ação contra organização envolvida em homicídios, tráfico e venda de
Operação Intramuros cumpre 17 mandados de prisão e 13 de busca e apreensão no Recife
Por: Redação PortalPE10 | Fonte: G1


Os detalhes sobre a Intramuros serão divulgados ás 7h, na sede do Departamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais, em Afogados / Foto: Reprodução/Google Street View

A Polícia Civil de Pernambuco deflagrou, na manhã desta quinta-feira (14), uma ação contra pessoas envolvidas com homicídios, tráfico de drogas e comércio de armas e munição. A Operação Intramuros cumpriu 17 mandados de prisão preventiva e 13 de busca e apreensão domiciliar, no Recife e nos municípios de Carpina e Paudalho, na Zona da Mata Norte.

Os mandados, segundo a polícia, foram expedidos pela Comarca de Carpina. O objetivo da ação foi prender integrantes de uma organização criminosa que estava sendo investigada desde novembro de 2017. O nome da operação diz respeito a lideranças autuadas em presídios e Pernambuco.

Do total de mandados de prisão, 10 foram cumpridos contra pessoas que já estavam em unidades prisionais. Entre os alvos soltos, oito capturas ocorreram em Carpina, uma no Recife e uma em Paudalho. A Intramuros é a 22ª operação de repressão qualificada deste ano.

De acordo com o chefe da Polícia Civil, delegado Joselito do Amaral, durante a ação, foram apreendidas armas, cocaína e maconha. "Vamos divulgar esses dados depois de consolidar as informações", afirmou.

Segundo ele, a organização tinha grande participação no tráfico de drogas e venda de armas no Recife e Região Metropolitana. "Os homicídios estavam relacionados ao comércio de entorpecentes", acrescentou.

Participaram da operação 80 policiais civis, entre delegados, agentes e escrivães, além de uma equipe de resgate com quatro bombeiros.

A Operação foi coordenada pela diretoria de polícia do interior e supervisionada pela chefia da corporação. Também houve apoio da Secretaria-Executiva de Ressocialização (Seres), que cuida das unidades prisionais.Os presos e o material apreendido foram levados para o Deaprtamento de Repressão aos Crimes Patrimoniais (Depatri), em Afogados, na Zona Oeste do Recife.

Tags: Cotidiano, Brasil,
Mata Sul
Palmares será palco do 1º Simpósio da APAE
Política
Cabo Daciolo usa verba da Câmara para alugar helicóptero
Mata Sul
Prédio do IML em Palmares deve ser entregue em setembro
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.