Brasileirão Série A
Publicada em 06/06/2018 às 23h18. Atualizada em 06/06/2018 às 23h18
Corinthians e Santos empatam em clássico de chances incríveis perdidas por Gabigol
Se o clássico valia dias de paz, Corinthians e Santos não conseguiram a calma que uma vitória traria
Por: Enzo Gabriel | Fonte: ESPN


Roger disputa pelo alto com Dodô no clássico entre Corinthians e Santos

Se o clássico valia dias de paz, Corinthians e Santos não conseguiram a calma que uma vitória traria. Nesta quarta-feira, na Arena, os donos da casa saíram na frente, mas os visitantes buscaram o empate, em 1 a 1. Roger marcou primeiro, e Victor Ferraz deixou tudo igual.

O camisa 9 corintiano marcou seu segundo gol com a camisa alvinegra aos sete minutos da etapa complementar, aproveitando cruzamento rasteiro de Rodriguinho. Pouco antes, Gabigol havia perdido chance incrível na frente de Walter. E já não era seu primeiro erro...

O atacante do Santos teve sua primeira oportunidade de ouro para marcar no final da etapa inicial, após cruzamento de Jean Mota. A bola se ofereceu para Gabigol no segundo pau, mas, mesmo com o gol aberto e a centímetros da linha, ele viu a pelota bater em seu joelho e subir.

Já aos cinco minutos do segundo tempo, o camisa 10 tabelou com Sasha e saiu cara a cara com Walter. Na tentativa de colocar no canto, porém, ele tirou de mais e mandou para fora. Coube então a Victor Ferraz marcar, de cabeça, aos 30, aproveitando cruzamento de Rodrygo.

Na 11ª rodada, a penúltima do Brasileiro antes da parada para a Copa do Mundo, o Corinthians joga novamente diante de sua torcida na Arena, no sábado, às 21h, contra o Vitória. Já o Santos recebe o Internacional, domingo, às 19h, na Vila Belmiro.

Bom início... e só

Foram bons os minutos iniciais do clássico na Arena, com as duas equipes começando em ritmo alto. O Santos teve como principal arma a velocidade de Rodrygo, enquanto o Corinthians chegou pela primeira vez em chute de fora da área de Sidcley.

Pelos lados, contudo, o time de Osmar Loss apostou demais nos cruzamentos, tentando aproveitar a referência de Roger, mas não teve sucesso. Com Rodriguinho atuando sem a companhia de Jadson, o Corinthians sofreu para criar por baixo e pouco ameaçou.

Já o Santos até balançou as redes do Corinthians, pelo alto, em cabeceio de Sasha, após cobrança de falta cobrada por Jean Mota, aos 28 minutos de partida. O auxiliar Rodrigo Correa, porém, assinalou impedimento corretamente e invalidou o que seria o 1 a 0.

Gabi... gols perdidos

Novamente na bola parada, os visitantes tiveram a maior chance de marcar, com Gabigol. Só que o atacante perdeu a oportunidade de forma inacreditável. Após escanteio de Jean Mota, ele estava sozinho praticamente embaixo da trave, mas viu a bola bater em seu joelho e subir.

Recuperado do susto, o Corinthians só voltou a levar perigo ao gol adversário em chute de esquerda de fora da área de Romero. Mas a bola subiu demais, e Vanderlei só acompanhou.

Já no segundo tempo, logo aos quatro minutos, Gabigol teve outra grande chance para se redimir do gol perdido na primeira etapa, mas novamente desperdiçou. Após tabela com Sasha, ele saiu na frente de Walter, só que tirou demais, e a bola saiu à esquerda.

Roger não perdoa

Se Gabigol teve duas chances de marcar e perdeu as duas, o centroavante do Corinthians não teve piedade. Aos sete minutos, Pedrinho colocou no fundo para Rodriguinho, que cruzou para Roger. O camisa 9 bateu no canto de Vanderlei e saiu para abraçar a torcida na comemoração.

Apesar da desvantagem, o Santos não sentiu o gol e saiu em busca do empate. Os visitantes pressionaram e fizeram a bola rondar perigosamente a área rival diversas vezes. Faltou, contudo, precisão nas finalizações para, enfim, balançar as redes de Walter.

Publicidade

O tento de igualdade só foi sair aos 30 minutos, com um lateral, Victor Ferraz, que apareceu nas costas de Rodriguinho dentro da área para mandar cruzamento de Rodrygo para as redes.

Tags: ,
Sport
Jair deixa o Juventude e fecha com o Sport
Brasileirão Série A
Flamengo aciona Guerrero na Justiça por indenização de valor contratual
Brasileirão Série A
Justiça não acata pedido do Flu e Scarpa segue vinculado ao Palmeiras
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.