Investigação
Publicada em 06/06/2018 às 10h50. Atualizada em 06/06/2018 às 10h50
Pelé nega saber de compra de votos para escolha de Olimpíada no Rio
Pelé depôs à Justiça Federal do Rio, por Skype, como testemunha de defesa de Carlos Arthur Nuzman.
Por: Redação PortalPE10 | Fonte: Correio Braziliense


Pelé depôs à Justiça Federal do Rio, por Skype, como testemunha de defesa de Carlos Arthur Nuzman. Foto: Alex Korolkovas/Divulgação

O ex-jogador de futebol Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, negou na terça-feira (5) ter conhecimento de qualquer negociata de compra de votos para a escolha do Rio como sede da Olimpíada 2016, em troca de vantagens pessoais. "Eu não fazia parte das reuniões da cúpula", disse.

Pelé depôs à Justiça Federal do Rio, por Skype, como testemunha de defesa de Carlos Arthur Nuzman, ex-presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e do comitê organizador da Rio-2016. Neste processo, são réus Nuzman e o ex-governador do Rio Sérgio Cabral (MDB).

Segundo Pelé, Cabral o convidou para participar da campanha do Rio como sede da Olimpíada. Relatou ter feito "três ou quatro" viagens, mas disse que, se houve conversas nesse sentido (sobre negociatas) nas viagens, "devem ter sido em particular".

"Os depoimentos foram bastante firmes no sentido de atestar a dedicação, a correção e o empenho de Carlos Nuzman em tornar realidade o que seria um sonho", disseram os criminalistas Nélio Machado e João Francisco Neto. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Eleições 2018
Polícia Federal indicia Temer por corrupção e lavagem de dinheiro
Futebol
Ronaldinho Gaúcho e Rivaldo podem ser punidos pelo Barcelona por apoio a Bolsonaro
Alagoas
Sefaz lança edital para concurso com salários de até R$ 11 mil em novembro
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.