Brasil
Publicada em 08/03/2018 às 06h53. Atualizada em 08/03/2018 às 06h53
Bolsonaro se filia ao PSL para disputar presidência
O presidenciável disse que, se eleito, vai propor o fim do monopólio de armamentos da empresa Taurus.
Por: Redação PortalPE10 | Fonte:


Foto: Reprodução
O deputado Jair Bolsonaro (RJ) se filiou na noite desta quarta-feira (07) ao Partido Social Liberal (PSL) e lançou sua pré-candidatura a presidência da República com um discurso em defesa da revisão da lei do desarmamento. O presidenciável disse que, se eleito, vai propor o fim do monopólio de armamentos da empresa Taurus e garantiu que a chamada “bancada da bala”, que reúne os deputados que o apoiam, vai aumentar e se transformar em “bancada da metralhadora” para “defender a liberdade e a vida”.

O ato político foi marcado por orações, choro e gritos exaltados na plateia, inclusive pedindo a prisão do ex-presidente Lula. Apesar do nome da legenda, Bolsonaro, seu provável vice, senador Magno Malta (ES), e o presidente do PSL, Luciano Bivar (PSL-PE), disseram que ali estava sendo criado o primeiro partido oficialmente conservador, de direita, no país.

Bivar informou que nesta quinta-feira, na esteira de Bolsonaro, se filiarão oficialmente outros oito deputados federais à legenda. Diversos parlamentares que pretendem apoiar a candidatura do presidenciável compareceram ao lançamento, entre eles Índio da Costa (PSD-RJ), pré-candidato a governador no Rio.

— Meu candidato ao Senado pode ser do PSL. Eu tenho uma boa estrutura de campanha e Bolsonaro vai bombar no Rio, propôs Índio.

Depois de uma dezena de discursos de deputados apoiadores, o mestre de cerimônias anunciou a fala de Bolsonaro. Em meio à gritaria da plateia que gritava “mito, mito, mito”, todos ficaram de pé para cantar o Hino Nacional. Em seguida, Magno Malta fez uma oração e todos rezaram o Pai Nosso.

No discurso, o pré-candidato tentou rebater as críticas feitas a ele. A primeira, que não tem preparo para comandar o país. Sobre ser militar, ele disse que, “se for a vontade de Deus” e chegar ao Planalto, anunciará um Ministério com “gente gabaritada”, com civis e militares, e não irá negociar indicações com “malas de dinheiro” no porão do palácio.

Copa do Mundo
COPA #DIA9: Brasil vence, Neymar desabafa e Argentina 'respira'
Brasil
Fachin nega recurso de Lula e julgamento é cancelado no Supremo
Mundo
Mulher mata amante, desmembra corpo e serve carne em churrasco para os vizinhos
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.