Acidente na BR-101
Publicada em 02/03/2018 às 13h26. Atualizada em 02/03/2018 às 13h29
Laudo do IML confirma que militares morreram de politraumatismo
Soldado Júlio César foi arremessado com o impacto da colisão
Por: Marcos André Fonte:PortalPE10


Os exames de necropsia feitos nos três militares da 2ª Companhia Independente vítimas de um acidente entre uma viatura e um caminhão-cegonha, na rodovia BR-101, concluíram que a causa da morte deles foi politraumatismo por ação contundente. 

A necropsia foi feita pelo médico-legista Avelar Holanda Barbosa Filho.

O caminhão arrastou a viatura por cerca de 100 metros pela rodovia. Com o impacto, o soldado Júlio César, de 33 anos, foi arremessado do veículo. Além dele, estavam no veículo o cabo José Luciano, de 35 anos, e o soldado Esdras Santos, de 25 anos.

A assessoria de comunicação da Polícia Militar confirmou que os corpos dos três policiais serão velados Pernambuco, terra natal das vítimas.

O acidente

A viatura do Pelotão de Operações Policiais Especiais (Pelopes), onde estavam os policiais colidiu contra o caminhão-cegonha na tarde dessa quinta-feira (01), após ter derrapado na pista, que estava molhada devido às chuvas na região. Os três militares não resistiram aos ferimentos e morreram no local.


Tags: ,
Tecnologia
Pagamento do 5º lote do do abono do PIS/Pasep começa nesta terça-feira
Empregos
Suposta seleção de emprego leva milhares de pessoas ao Cabo de Santo Agostinho
Palmares
Caminhão danifica o baú ao passar sob pontilhão em Palmares
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.