Política
Publicada em 08/01/2018 às 07h19. Atualizada em 08/01/2018 às 07h19
Oposição a Paulo Câmara começa iniciar reuniões pelo interior de Pernambuco
Encontro será o primeiro de um série com o intuito de colher propostas que possam compor um futuro programa de governo
Por: Marcos André Fonte:LeiaJá


Rafael Bandeira/LeiaJáImagens/Arquivo

Com a chegada de 2018, as articulações e ações dos políticos para angariar apoios tanto da população quanto da própria classe para a disputa eleitoral tem se intensificado ainda mais. O movimento ‘Pernambuco quer Mudar’, lançado para fazer oposição ao governador Paulo Câmara (PSB) no pleito deste ano, inicia no próximo dia 27 uma série de encontros regionais com o intuito de reforçar o grupo composto sete partidos [PTB, DEM, Podemos, PV, PRTB, PRB e PSDB] e mais o senador Fernando Bezerra Coelho que é do MDB, legenda ainda da base de Câmara.

Segundo informações repassadas por Bezerra Coelho, no dia 27 de janeiro o encontro será em Petrolina, no Sertão; em fevereiro, depois do Carnaval, a reunião do grupo acontece em Caruaru, no Agreste, e até abril outros dois, um na Zona da Mata e outro na Região Metropolitana do Recife (RMR), estão previstos. 

Durante as andanças por Pernambuco, a frente - também formada pelo senador Armando Monteiro (PTB), os ministros de Minas e Energia, Fernando Filho (sem partido), e da Educação, Mendonça Filho (DEM); do deputado federal Bruno Araújo (PSDB) e dos ex-governadores Joaquim Francisco (PSDB) e João Lyra Neto (PSDB) - pretende colher propostas que possam compor um futuro programa de governo. 

O giro pelas regiões do estado acontece antes do anúncio da chapa que concorrerá às eleições de 2018 pelo grupo. A previsão é de que os nomes da majoritária sejam divulgados em abril. Dois nomes, Fernando Bezerra e Armando Monteiro, já se colocaram à disposição para encabeçar a chapa, mas a tendência é de que o movimento oposicionista ao governador lance duas majoritárias, tendo cada senador concorrendo ao Palácio do Campo das Princesas.  

A possibilidade, inclusive, foi exposta por Fernando Bezerra em entrevista recente ao Portal LeiaJá. “Estamos trabalhando para manter essa frente unida, mas possa ser que lá na frente, final de abril início de maio, [o cenário] aponte que seja importante a apresentação de duas candidaturas com a mesma estratégia de mudar o que está posto aí em Pernambuco”, salientou.

Tags: Politica, Brasil,
Violência
Homem citado em 'lista da morte' é assassinado em Chã Grande
Brasil
Funtastic se lança no mercado como a 1ª banda gay do Brasil; assista
Famosos
Bens de Dolabella serão penhorados para pagamento de indenização
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.