Brasil
Publicada em 07/12/2017 às 23h08. Atualizada em 07/12/2017 às 23h08
STF decide que assembleias não podem derrubar prisão de deputados estaduais
O placar de 5 a 4 teve voto de desempate da presidente, Cármen Lúcia.
Por: Bruna Cavalcante Fonte:G1


Brasília - O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu, nesta quinta-feira, que parlamentares estaduais não têm as mesmas prerrogativas de deputados federais e senadores, que somente podem ser presos em flagrante por crime inafiançável e com aprovação da Casa Legislativa a que pertencem. O resultado, no entanto,  é provisório, uma vez que o julgamento não foi encerrado.

Apesar do resultado obtido na votação, o julgamento foi suspenso para aguardar os votos dos ministros Luís Roberto Barroso e Ricardo Lewandowski, ausentes na sessão de hoje. Para a finalização do julgamento seriam necessários seis votos contra a imunidade para encerrá-lo.

Com a decisão, a Corte valida a decisão da Justiça do Rio de Janeiro que mandou prender deputados estaduais investigados pela Polícia Federal, após a assembleia estadual ter derrubado a decisão por meio de votação no plenário da Casa. O mesmo entendimento será aplicado em casos semelhantes no Mato Grosso e no Rio Grande do Norte.

O placar de 5 a 4  foi obtido com voto de desempate da presidente, Cármen Lúcia. Durante seu voto, a ministra disse que a “corrupção está sangrando o país” e que o sistema jurídico impõe a ética no serviço público. No entendimento da presidente, as assembleias não podem revisar decisões judiciais que determinem a prisão de deputados estaduais.


Tags: Cotidiano, Brasil,
Publicidade
Conheça o quarto ganhador da promoção 'Torcida Nobre' do Nobre Atacarejo em Palmares
Pernambuco
Procon de Pernambuco interdita dois depósitos que vendiam gás a R$ 125,00 reais
Futebol
Em partida emocionante, Sport vence o Palmeiras de virada por 3x2
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.