Cinema
Publicada em 07/12/2017 às 07h48. Atualizada em 07/12/2017 às 07h48
Filme 'Extraordinário' mostra que pode ser libertador ir além das aparências
Longa dirigido por Stephen Chbosky conta a história de um garoto divertido, inteligente e forte, que sofre preconceito.
Por: Redação PortalPE10 | Fonte: FolhaPE


Foto: Divulgação/Paris Filmes
É fora do comum ver a adaptação de um livro favorito e sair do cinema com a sensação de que o trabalho dos roteiristas e diretores foi bem feito. Mas, outra vez, "Extraordinário" faz jus ao nome e consegue repetir a façanha de ser, também na telona, algo especial.

Após um longo tempo de espera, os fãs de "Extraordinário", livro de Raquel Jaramillo Palacio, vão poder conferir a adaptação que vem sendo divulgada há quase um ano pela Intrínseca (editora que publicou o livro em 2012). A direção foi de Stephen Chbosky, que ficou conhecido após a adaptação de (seu próprio livro) "As Vantagens de ser Invisível", para o cinema. O filme é uma das estreias de nesta quinta-feira (7).

Claro que a travessia não é perfeita. Nem todos os elementos das 320 páginas caberiam em pouco menos de duas horas (1h53), mas tudo que é essencial a história de R. J. Palacio foi mantido. August (Auggie) Pulman ganhou na loteria assim que nasceu, só que ao contrário: com dois cromossomos iguais (como é brevemente descrito no enredo), ele tem uma aparência única, capaz de causar choro em crianças pequenas e muita discriminação.

É raro quem consegue ultrapassar a primeira imagem para perceber como Auggie é divertido, inteligente e forte. Alguns não se dão nem ao trabalho, preferindo apagar a imagem dele com Photoshop a ter de falar sobre o assunto com amigos.

O bullying e o preconceito dividem cena com a importância da amizade e como pode ser libertador ir além das aparências, pois não é somente o personagem principal que é mais do que aparenta ser. Os dilemas de outras persongens também são postos em destaque quando a história é narrada por elas. Afinal, não existe só a versão de Auggie e não é por um problema ser maior que outros deixam de existir. 

Ao todo, a obra consegue tratar um tema sério com leveza e bom humor, contando com a atuação de atores consagrados como Julia Roberts, Owen Wilson e Sonia Braga, e outros em franca ascensão como o jovem Jacob Tremblay que também fez parte do elenco principal de "O Quarto" (2016) e neste longa interpreta o protagonista.

Sinopse

Auggie é um garoto que nasceu com uma deformação facial. Pela primeira vez, ele irá frequentar uma escola regular, como qualquer outra criança. No quinto ano, ele precisará se esforçar para conseguir se encaixar em sua nova realidade.

Política
TSE pode cassar eventual diplomação de Lula e Bolsonaro, diz Gilmar
Recife
Advogado ferido em acidente de trânsito no Recife que deixou três mortos recebe alta
Entretenimento
Túlio Gadelha fala sobre William Bonner pela primeira vez
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.