Mata Sul
Publicada em 13/11/2017 às 15h25. Atualizada em 13/11/2017 às 15h25
Governo abre investigação interna sobre desvio de recursos ás vitimas da enchentes
De acordo com ele, a corregedoria do estado abriu processo administrativo na última quinta-feira (09) e é possível que h
Por: Marcos André Fonte:FolhaPE


O governador Paulo Câmara (PSB) admitiu que há uma investigação interna para apurar a participação de servidores no esquema de desvio de recursos públicos destinados a socorrer as vítimas das enchentes da Mata Sul de Pernambuco, ocorridas em 2010 e em maio deste ano.

De acordo com ele, a corregedoria do estado abriu processo administrativo na última quinta-feira (09) e é possível que haja novas designações para suprir os servidores que possam vir a ser afastados. A declaração foi feita nesta segunda-feira (13), durante entrevista a jornalistas, na aula inaugural do Curso de Formação e Habilitação de Praças do Corpo de Bombeiros, no Centro de Convenções.

"A Corregedoria foi instada e vai verificar tudo. Não vamos admitir erros, mas também não vamos pré-julgar", afirmou Câmara. O socialista disse ainda que sua equipe está debruçada sobre as peças acusatórias e que, apesar da apuração da Polícia Federal, o material analisado não mostra claramente onde está o superfaturamento, embora tenha reconhecido que há, objetivamente na investigação, um olhar de que um grupo de empresas poderiam ter sido favorecidas por servidores públicos.

"É importante dizer onde está o superfaturamento. Eu já mandei olhar todos os contratos. Não vou admitir erro nenhum. Agora eu tenho clareza de que para acusar precisa ter provas, precisa estar na denúncia e isso, infelizmente, não foi visto ainda", colocou. 

Ao defender as operações Reconstrução e Prontidão, criadas pelo governo para dar assistências às vítimas das enchentes, ele afirmou que as denúncias da PF foram muito pequenas, se comparadas com o trabalho feito nas duas iniciativas.

"Queremos a verdade, mas estamos com a consciência tranquila do trabalho que foi feito. Foi um trabalho muito sério que envolveu muita gente e devolveu às cidades condições de normalidade. E isso vai continuar, porque muita coisa das cheias de 2017 ainda precisa ser feita. E nós vamos fazer com a seriedade que o governo sempre se propôs", falou. 

Tags: Cotidiano, Brasil,
Mata Sul
IFPE assina acordo na área de eficiência energética com a prefeitura de Ribeirão
Pernambuco
FPF divulga tabela do Campeonato Pernambucano 2018
Economia
Temer garante R$ 98 milhões para as prefeituras de Pernambuco
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.