Política
Publicada em 12/10/2017 às 07h54. Atualizada em 12/10/2017 às 07h54
Renan se livra de mais um inquérito (o 4º) a que respondia na Operação Lava Jato
Foi o quarto inquérito a que o senador alagoano respondia arquivado pela Justiça pela fragilidade de provas.
Por: Bruna Cavalcante Fonte:UOL


Resultado de imagem para renan calheiros

A Segunda Turma do STF rejeitou nesta terça-feira (10) por 4 votos a zero uma denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal contra o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) e o deputado federal Aníbal Gomes (PMDB-CE) por suposto recebimento de R$ 800 mil de uma empresa que prestava serviços a Petrobrás em troca de apoio à permanência de Paulo Roberto Costa na diretoria de abastecimento da estatal.

Foi o quarto inquérito a que o senador alagoano respondia arquivado pela Justiça pela fragilidade de provas.Segundo o relator do processo, ministro Édson Fachin, as provas são frágeis e consequentemente insuficientes para a abertura de ação penal contra os dois peemedebistas.

O voto do relator foi acompanhado pelos ministros Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes. O ministro Celso de Mello, que é o quinto ministro da Turma, faltou à sessão.

Ao tomar conhecimento da decisão, o senador Renan Calheiros disse o seguinte: “Foi uma demonstração de que vazamentos mentirosos e delações forçadas não se sobrepõem aos fatos reais. Nunca cometi ato ilícito algum. Por isso, acredito que essas denúncias irresponsáveis, injustas e deliberadamente fracionadas pelo ex-procurador, seguirão o destino das quatro já arquivadas e serão rejeitadas uma a uma”.

Ainda na data de hoje (10), foi arquivado um segundo inquérito que havia sido instaurado pela Polícia Federal para apurar se os senadores Renan Calheiros e Romero Jucá (PMDB-RR), além do ex-presidente José Sarney (PMDB-MA), agiram para “abafar” a Operação Lava Jato.

A acusação foi feita pelo ex-residente da Transpetro Sérgio Machado (PMDB-CE), que, munido de um gravador portátil, gravou os três companheiros peemedebistas e depois entregou as fitas a Rodrigo Janot.

Tags: Politica, Brasil,
Brasil
Brasil pode voltar ao mapa da fome da ONU após crise,diz economista
Brasil
'Pais são tão ou mais culpados do que ele', diz mãe de estudante morto em Goiás
Brasil
Mãe de estudante morto a tiros dentro de escola em Goiânia diz estar 'despedaçada'
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.