Mundo
Publicada em 10/10/2017 às 14h23. Atualizada em 10/10/2017 às 14h23
Modelo de propaganda racista diz que foi enganada: 'Vai contra o que acredito'
Lola Ogunyemi publicou artigo em que repudia teor do vídeo.
Por: Redação PortalPE10 | Fonte: Diário de Pernambuco

Foto: Reprodução
A modelo negra Lola Ogunyemi, que estrela a propaganda da marca de cosméticos Dove, retirada de circulação após receber acusações de racismo na última semana, afirmou que não aceitaria o trabalho se soubesse como seria apresentada no vídeo. A declaração foi realizada em um artigo publicado pelo jornal britânico The guardian.

No texto, Lola diz que "se tivesse a mínima noção de que eu seria retratada como inferior ou como o 'antes' de uma edição com antes e depois, eu teria sido a primeira a dizer um enfático 'não'". "Isso vai contra tudo o que eu acredito", afirmou a modelo, indignada com o teor da campanha publicitária. No vídeo da ação, uma mulher negra tira a camiseta para dar lugar a uma mulher branca, que também retira sua camiseta para dar lugar a uma terceira mulher.

Depois da repercussão negativa em torno do comercial, a Dove reconheceu o erro e se desculpou através de nota oficial publicada no Twitter e no Facebook da empresa. "Em uma imagem publicada esta semana, erramos ao representar as mulheres de cor, e lamentamos profundamente os danos causados", diz o comunicado.

Brasil
Brasil pode voltar ao mapa da fome da ONU após crise,diz economista
Brasil
'Pais são tão ou mais culpados do que ele', diz mãe de estudante morto em Goiás
Brasil
Mãe de estudante morto a tiros dentro de escola em Goiânia diz estar 'despedaçada'
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.