Esportes
Publicada em 19/09/2017 às 09h36. Atualizada em 19/09/2017 às 09h49
Gol de mão de Jô leva CBF a antecipar árbitro de vídeo no Campeonato Brasileiro
A notícia foi divulgada na página da CBF na internet e diz que “em função da incidência de erros recentes
Por: Marcos André Fonte:G1


Gol de Jô - Partida entre Corinthians e Vasco, válida pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro

O erro da arbitragem no jogo Corinthians x Vasco, neste domingo (17), ao não invalidar o gol de Jô com a mão, que determinou a vitória corintiana por 1x0, levou a Confederação Brasileira de Futebol  (CBF) a anunciou que vai antecipar o uso de árbitro de vídeo nas partidas do Campeonato Brasileiro da Série A, previsto para as rodadas finais da competição.

A notícia foi divulgada na página da CBF na internet e diz que “em função da incidência de erros recentes que poderiam ser evitados com a utilização da tecnologia, o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, reuniu a equipe, nesta segunda-feira, e determinou que o árbitro de vídeo seja aplicado o quanto antes nas partidas do Brasileirão – Série A”.

Como a nota informa que medida deve ser aplicada “o quanto antes”, não há data prevista para entrar em vigor. Segundo a CBF, ao longo deste ano, representantes da entidade e árbitros brasileiros participaram de treinamentos teóricos e práticos sobre o tema, incluindo a capacitação que vem sendo feita desde a semana passada na sede da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), em Assunção, no Paraguai.

Fim de semana

De acordo com a CBF, o presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Marcos Marinho, está trabalhando para acertar os detalhes e viabilizar o árbitro de vídeo o mais rápido possível. O árbitro de vídeo poderá ser adotado já na 25ª rodada da série A, no próximo fim de semana, a menos que não haja condições técnicas para que todos os jogos contem com o recurso.

Embora o diretor de arbitragem tenha admitido que houve o erro da equipe que atuou na partida, ao não assinalar o toque de mão de Jô no gol do Corinthians, Marinho garantiu que não haverá punição ao árbitro e seus auxiliares, entre eles Eduardo Tomaz de Aquino Valadão, que estava atrás do gol do Vasco, a poucos metros de Jô, e não alertou o juiz Elmo Alves Resende Cunha sobre a infração.

Tags: ,
Problemas de Saúde
Simone volta a subir ao palco sem Simaria, que está doente
Mata Sul
Propriedade de Água Preta, na Mata Sul entra na Nova lista suja do trabalho escravo
Empregos
Prefeitura de Limoeiro reabre inscrições para seleção
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.