Pernambuco
Publicada em 06/09/2017 às 06h34. Atualizada em 06/09/2017 às 06h34
Ministério Público Federal expede três recomendações a município da Zona da Mata
MPF quer a correta aplicação de verbas aos profissionais de magistério, adequação do transporte escolar e comprovação de
Por: Marcos André Fonte:PortalPE10


Resultado de imagem para transporte escolar

O Ministério Público Federal (MPF) em Goiana (PE) expediu três recomendações ao município de Condado, na Zona da Mata pernambucana, para a correta aplicação de verbas aos profissionais do magistério na educação básica, adequação de veículos destinados ao transporte escolar e comprovação de contas referentes a convênio.

A primeira recomendação é decorrente de inquérito civil instaurado para apurar possíveis irregularidades na aplicação de verbas do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), apontadas em relatório do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE). O MPF recomenda que, ao menos, 60% dos recursos do fundo sejam destinados ao pagamento dos profissionais do magistério da educação básica em atividade. O TCE havia constatado que, em 2008, o percentual aplicado foi de 52,47%.

O órgão também recomenda que a prefeitura de Condado submeta todos os veículos da frota utilizada no serviço de transporte escolar à inspeção semestral para verificação, pelo Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran), dos equipamentos obrigatórios e de segurança, conforme o Código de Trânsito Brasileiro. Antes de expedir a recomendação, o MPF havia solicitado que a prefeitura encaminhasse laudos de segurança e autorizações para prestação do serviço, mas nenhum documento foi encaminhado. A prefeitura deverá informar ao MPF sobre o acatamento da recomendação em até dez dias, a partir da notificação. 

Na terceira recomendação, o MPF requer que a prefeitura de Condado comprove o envio de documentos para prestação de contas de convênio firmado com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) em 2006, para analisar a devida utilização da verba pública, bem como que comprove a devolução dos recursos remanescentes à autarquia. Em caso de omissão do município de Condado, o MPF poderá tomar as medidas administrativas e judiciais cabíveis.   

Tags: Cotidiano, Brasil,
Mata Sul
Audiência Pública para debater adutora de Serro Azul é nesta sexta em Palmares
Pernambuco
Preso ex-prefeito chega de moleta na sede da Policia Federal no Recife
Mata Sul
Assalto a Bancos:policia cumpriu mandatos de prisão em Água Preta e Xexéu na Mata Sul
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.