Mundo
Publicada em 18/06/2017 às 09h29. Atualizada em 18/06/2017 às 09h29
Incêndio florestal mata mais de 50 pessoas em Portugal
Autoridades já afastaram a hipótese de incêndio criminoso.
Por: Marcos André Fonte:G1


Policial guarda corpo de uma das vítimas do incêndio florestal na autoestrada IC8, perto de Pedrógão Grande, na região central de Portugal (Foto: Rafael Marchante)

Um incêndio florestal de grandes proporções matou 58 pessoas e deixou 59 feridos em Pedrógão Grande, na região de Leiria, no centro de Portugal, segundo balanço oficial divulgado pelo jornal português “Público” na manhã deste domingo (18). Autoridades já afastaram a hipótese de incêndio criminoso.

Mais da metade das vítimas (30) morreu carbonizada dentro de seus carros na estrada entre Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pêra, que foi tomada pelo fogo no sábado (17). O secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, informou que, entre os feridos, 18 foram levados para hospitais. Quatro bombeiros e uma criança estão em estado grave.

O diretor nacional da Polícia Judiciária do país, Almeida Rodrigues, descartou que incêndio seja criminoso. "Tudo aponta muito claramente para que sejam causas naturais. Conseguimos determinar que 'trovoadas secas' estejam na origem do incêndio. Encontramos uma árvore atingida por um raio", afirmou.

As ‘trovoadas secas’ são chuvas que evaporam antes de chegar ao solo, mas que são acompanhadas por raios que provocam faíscas ao tocar a superfície. Na ausência de água e na presença do vento, as chamas se espalham rapidamente. Os "ventos descontrolados" transformaram um fogo de pequenas dimensões em "um incêndio impossível de controlar".  
Incêndio (Foto: )

 

Tags: Cotidiano, Mundo,
Brasil
Vídeo mostra momento em que comerciante mata dois ladrões durante assalto
Mata Sul
Banco do Brasil, se pronuncia sobre fechamento da agencia em Barreiros,na Mata Sul
Concurso
Quase 200 pessoas com mais 30 anos vão à Justiça;para se inscrever no concurso da PM
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.