Noticias
Publicada em 17/06/2017 às 15h52. Atualizada em 18/06/2017 às 09h56
Família vende canetas para custear tratamento de criança
Thiago foi diagnosticado com Distrofia neuroaxonal infantil e por isso tem os movimentos cada vez mais comprometidos...
Por: Marcos André Fonte:Jc Online


Família é apoio, não importam as circunstâncias, e é por causa da sua que o menino Thiago Xavier, de apenas 4 anos, tenta sobreviver todos os dias. O garoto foi diagnosticado com uma doença chamada distrofia neuroaxonal infantil e por isso tem os movimentos cada vez mais comprometidos com o avanço da patologia.

Em busca de tratamento, os pais e irmãos do menino vieram com ele do Pará para o Recife há mais de um ano e começaram os cuidados no Hospital Universitário Oswaldo Cruz, em Santo Amaro, na área central da capital pernambucana. Hoje, Thiago é atendido no Hospital Otávio de Freitas e na AACD. "Ele nasceu uma criança perfeita, mas aos 7 meses ele apresentou estrabismo. A partir de um ano, começou a cair muito e isso foi evoluindo até que começamos uma busca por respostas para isso. Mas, no Pará não souberam diagnosticar o que ele tinha e nos encaminharam aqui para o Recife, porque é uma cidade referência no diagnóstico de doenças neurológicas", explica Linda Xavier, mãe do garoto.

Para ajudar com os custos, Linda e Alan Xavier (juntamente com os filhos) vendem canetas na praia de Boa Viagem, na Zona Sul do Recife, em frente ao Edifício Acaiaca, todos os fins de semana e feriados, até às 13h. A doença de Thiago é degenerativa e não tem cura. "Quanto mais o tempo passa, mais ele vai perdendo os movimentos. Antes, por exemplo, ele conseguia pegar nos óculos do rosto, mas hoje já não consegue mais", explica o pai.

A situação de Thiago poderia até desanimar toda a família, mas, de acordo com Linda, é justamente ele quem dá forças para eles continuarem na luta pela criança. "Cada dia que eu vejo o sorriso dele me dá força para continuar e também temos muita fé em em Deus de que Thiago vai ser curado. O que for possível fazer por ele, nós vamos fazer", comenta a mãe.Para ajudar, além das canetas, a família também disponibiliza uma conta bancária. Os dados para quem quiser doar são:

Banco: Caixa Econômica Federal

Agência: 3261

Op: 013

Conta poupança: 00030636-3

Brasil
Vídeo mostra momento em que comerciante mata dois ladrões durante assalto
Mata Sul
Banco do Brasil, se pronuncia sobre fechamento da agencia em Barreiros,na Mata Sul
Concurso
Quase 200 pessoas com mais 30 anos vão à Justiça;para se inscrever no concurso da PM
COMENTÁRIOS
Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente a do PortalPE10.
A responsabilidade é do autor da mensagem.